TCU VAI ENCAMINHAR À PGR PEDIDO DE BLOQUEIO DE CONTAS DE SERGIO MORO

Foto: Agência Brasil

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu encaminhar à Procuradoria-Geral da República (PGR) o pedido de bloqueio de contas do pré-candidato à presidência da República Sergio Moro (Podemos). As informações são de Thays Martins, do Correio Braziliense.

A suspeita é que o ex-ministro tenha recebido valores, como advogado do escritório Alvarez & Marsal, das empresas que ele julgou quando era juiz federal,.De acordo com o Ministério Público de Contas, o escritório recebeu cerca de R$ 40 milhões de empresas condenadas na Lava-Jato, sendo R$ 1 milhão por mês da Odebrecht e Ativos, R$150 mil da Galvão Engenharia, R$ 97 mil da OAS e R$ 115 mil mensais do Estaleiro Enseada.

Sergio Moro trabalhou na Alvarez & Marsal após deixar o governo Bolsonaro, no qual foi ministro da Justiça e Segurança Pública. A suspeita é de que tenha havido conflitos de interesse. “Se por um lado, a documentação já constante dos autos ainda não caracteriza as irregularidades apontadas na inicial, ela é mais do que suficiente para justificar a continuidade das investigações, considerando a fase preliminar em se encontra o processo, sem prejuízo de representar ao Poder competente sobre irregularidades ou abusos apurados no curso das investigações, conforme imperativo constitucional”, destacou o ministro do TCU Bruno Dantas, segundo a jornalista.

Do Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *