REQUERIMENTOS SERÃO LIDOS NESTA QUARTA, MAS CPIS SÓ FUNCIONARÃO APÓS ELEIÇÕES, DIZ PACHECO

Foto: Pedro Gontijo/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), informou nesta terça-feira (05/07) que vai ler nesta quarta (06/07) os requerimentos que pedem a criação de comissões parlamentares de inquérito, mas acrescentou que os trabalhos das CPIs só vão começar depois das eleições deste ano. As informações são de Marcela Mattos, do g1.

Pacheco deu as informações em uma rede social e depois em entrevista à imprensa no Senado. Segundo ele, o funcionamento das CPIs após as eleições foi uma sugestão de líderes partidários, com a qual ele concordou. A leitura do requerimento de criação é uma etapa necessária para uma CPI poder funcionar.

“Nós ouvimos todas as manifestações de líderes partidários, e o entendimento foi nesse sentido, com o seguinte encaminhamento feito: serão feitas as leituras dos requerimentos de CPI. […] Os líderes partidários compreendem que essas indicações devem se dar para instalação das CPIs após o período eleitoral”, declarou Pacheco nesta terça em entrevista no Senado.

“Foi esse o encaminhamento dos líderes partidários, com o qual eu concordo. Considero muito ponderadas as manifestações feitas pelos líderes”, acrescentou.

Para o presidente do Senado, o funcionamento das CPIs durante o período eleitoral poderia “contaminar” as discussões.

“Isso [instalação após as eleições] permitirá que todos os senadores possam igualmente participar das cinco CPIs e evitar que o período eleitoral, que é naturalmente um período em que há uma politização e acaba partidarizando as discussões, contamine um processo de investigação da CPI que, necessariamente, precisa ser uma investigação minimamente isenta e imparcial”, declarou.

Questionado, então, sobre quando vai ler os requerimentos, Rodrigo Pacheco informou que fará a leitura durante a sessão desta quarta-feira (06/07).

Lista de CPIs

Veja as CPIs que estão na fila:

  • CPI do MEC: Apresentada pela oposição. Busca investigar corrupção no ministério. Aguarda leitura no plenário.
  • CPI do Narcotráfico e Crime Organizado: Defendida pelos governistas. Busca investigar o crime e o tráfico. Aguarda leitura no plenário
  • CPI das Obras Inacabadas: Defendida pelos governistas. Quer investigar obras atrasadas de governos anteriores. Também aguarda leitura.
  • Desmatamento na Amazônia. A leitura do requerimento de criação de duas CPIs sobre esse tema aconteceu em novembro de 2019, mas as comissões não tiveram início porque os senadores até hoje não indicaram membros para compor os colegiados. A expectativa de Pacheco é que as duas sejam unificadas.

Do g1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *