RELATOR RETIRA DO PARECER IMPLEMENTAÇÃO GRADUAL DO VOTO IMPRESSO

Foto: Câmara dos Deputados

O deputado Filipe Barros (PSL-PR) apresentou nesta segunda-feira (28/06) um parecer favorável à PEC do Voto Impresso Auditável. Barros é o relator da PEC na comissão especial que analisa o tema. Ele havia proposto que a impressão do voto acoplada à urna eletrônica fosse adotada de forma gradual, tendo somente 20% das urnas seguindo o modelo nas eleições de 2022. Porém, retirou esse trecho do texto e afirmou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) conseguirá adaptar entre 50% a 55% das urnas. A porcentagem, segundo Barros, deverá ser definida pela comissão, que ainda deve votar o relatório. A informação foi divulgada pela CNN Brasil.

A proposta vai enfrentar forte oposição, pois 11 partidos se articularam para vetar a PEC. No sábado (26/06), representantes dos partidos DEM, MDB, PSDB, PP, PSD, PSL, Avante, Republicanos, Solidariedade, Cidadania e PL decidiram que vão apoiar a votação eletrônica. Essas siglas representam cerca de dois terços dos deputados e senadores.

Da Gazeta do Povo com informações da CNN Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *