PREFEITO DE VERA CRUZ DO OESTE MORRE VÍTIMA DA COVID-19

PREFEITO DE VERA CRUZ DO OESTE MORRE VÍTIMA DA COVID-19

O prefeito de Vera Cruz do Oeste, no oeste do Paraná, Marcos Vilas Boas Pescador (PROS), morreu aos 58 anos vítima da Covid-19, por volta das 7h30 deste domingo (06/06).

Conforme a prefeitura, o gestor foi internado no hospital de Vera Cruz do Oeste, mas o quadro de saúde piorou e ele foi levado para Cascavel na noite de quarta-feira (26/05), onde ficou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Retaguarda.

Contudo, devido ao agravamento do quadro, o prefeito foi transferido para o Hospital Universitário (HU) de Cascavel, na sexta-feira (04/06).

Pescador tinha sido prefeito do município de 2001 a 2008 e foi eleito novamente em 2020.

O vice-prefeito Dr. Armando já estava em exercício desde que Pescador se afastou das funções para tratar da doença. Conforme a prefeitura, a Câmara Municipal vai providenciar nesta semana a posse oficial de Dr. Armando.

O velório será no Centro Esportivo da cidade, a partir das 13h, e terá duração de uma hora.

Luto
A Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) decretou luto regional de três dias pelo falecimento do prefeito de Vera Cruz do Oeste.

“Destacando a sua enorme contribuição ao municipalismo oestino, liderança que teve como marcas a capacidade de diálogo, a competência administrativa, o coleguismo e a visão moderna e ampla das pautas maiores da nossa região. (…) Lamentavelmente perdemos mais um prefeito, que vinha lutando há tempos para controlar em sua cidade essa enfermidade. Aos familiares e amigos, bem como os cidadãos e cidadãs de Vera Cruz do Oeste, externamos a nossa mais profunda manifestação de condolências”, disse a nota.

O Consórcio Intermunicipal Samu Oeste (Consamu) também manifestou pesar pela morte do prefeito.

“Aos familiares, amigos e população de Vera Cruz do Oeste, dirigimos as nossas preces e clamamos pelo consolo do Espírito Santo de Deus neste momento tão difícil”.

Foto: Prefeitura de Vera Cruz do Oeste / Divulgação

Do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *