PREFEITO DE LONDRINA SUGERE QUE MANIFESTANTES DOEM SANGUE AO INVÉS DE AGLOMERAR

PREFEITO DE LONDRINA SUGERE QUE MANIFESTANTES DOEM SANGUE AO INVÉS DE AGLOMERAR

O Prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP), iniciou a transmissão online deste domingo (21/03) fazendo um apelo à população que foi às ruas poucas horas antes, em um ato a favor do tratamento precoce de Covid-19 e contra o lockdown adotado pelos municípios para conter o avanço da doença. As informações são de Micaela Orikasa, da Folha de Londrina.

Em Londrina, manifestantes se reuniram na rotatória da avenida Higienópolis com J.K. No movimento, havia crianças, adultos e idosos. Com faixas, cartazes e um caminhão de som, organizadores e políticos condenaram as medidas restritivas e emergenciais adotados pelas cidades, no pior momento que todo o País enfrenta nesta pandemia.

“Ao invés de aglomerar, se manifestem doando sangue no Hemocentro do HU, ajudando a salvar vidas. Fica aí o meu apelo. Não é o momento de fazer manifestação, trocando vírus, piorando a pandemia e colocando em risco a vida das pessoas. Não precisaria de lockdown se as pessoas se cuidassem, usando máscaras, lavando a mão com álcool gel e mantendo o distanciamento social. Hoje, houve manifestações em várias cidades do Brasil e aqui também. Todas são legítimas, independentemente de onde venham, só que o momento não é de se reunir sem cuidado, sem máscara. Só vai aumentar a transmissão da doença e com mais gente contaminada, será preciso de mais vagas em hospitais”, ressaltou.

FALTA DE MEDICAMENTOS

Sobre o risco de desabastecimento de medicamentos para intubação de pacientes com quadro grave de Covid-19, o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, explicou que foi feita uma busca e requisição em três grandes distribuidoras da cidade.

“Nesta semana, identificamos nos estoques dessas empresas, os kits de intubação e materiais médico-hospitalares que corriam o risco de acabar em três dias e levamos para o estoque da Prefeitura. Essas empresas serão indenizadas, obviamente, mas essa ação foi necessária para nos permitir fazer a distribuição aos hospitais da cidade”, afirmou.

O levantamento do número de medicamentos e demais insumos levados ao estoque da Prefeitura será concluído nesta segunda-feira (22/03), segundo Machado.

VACINAS
Dados do vacinômetro de Londrina registram até a noite de sábado (20/03) um total de 39.648 pessoas imunizadas com a primeira dose e 13.677 com a segunda dose. Machado informou que na segunda (22/03) haverá uma reunião técnica para definir a determinação do MS (Ministério da Saúde) de que os municípios utilizem as novas remessas de vacinas para imunizar a população com a primeira dose.

“Nosso objetivo é vacinar as pessoas de maneira mais rápida possível e entendo que essa é uma estratégia inteligente”, comentou Belinati, acrescentando que o município terá tempo para organizar a vacinação da segunda dose.

ECONOMIA
Durante a live, Belinati citou ainda o Fundo Garantidor, um projeto da Prefeitura em parceria com o Sicoob e o apoio de entidades de classe de Londrina. “Foram colocados R$ 5 milhões neste fundo para propiciar R$ 50 milhões aos empresários. Os créditos vão de R$ 15 mil até R$ 170 mil para micro, pequenas e médias empresas, para serem pagos em até 48 vezes, com taxa de 0,4% e três meses de carência”, explicou.

Deste total, 215 empresas aderiram ao crédito, mas R$ 38 milhões ainda estão disponíveis. O empresário que tiver interesse pode enviar mensagem para o telefone 9 9154-6615 ou acessar www.garantinortePR.com.br.

DISQUE-CORONAVÍRUS

A Prefeitura também disponibiliza, gratuitamente, o Disque-Coronavírus, pelo 0800-400-1234. Por telefone, é possível agendar uma consulta à distância com médicos, consultar resultado de exame e ser atendido pelo suporte emocional, cuja finalidade é prestar apoio psicológico profissional durante o período da pandemia. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Foto: Reprodução

Da Folha de Londrina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *