PARANÁ E COREIA DO SUL ESTREITAM LAÇOS COM VISITA DE EMBAIXADOR AO PARANÁ

Vice-governador Darci Piana reuniu-se nesta segunda-feira (13) com o embaixador da República da Coreia do Sul no Brasil, Lim Ki-Mo. – Curitiba, 13/12/2021 – Foto: José Fernando Ogura

Na esteira de encontros com representantes internacionais para fortalecer a economia paranaense, o vice-governador Darci Piana reuniu-se nesta segunda-feira (13/12) com o embaixador da República da Coreia do Sul no Brasil, Lim Ki-Mo. A reunião apresentou pontos de interesse entre as duas regiões para aproximar os governos e identificar potenciais oportunidades comerciais. As informações são da AEN.

Piana apresentou um panorama da economia local, ressaltando a força do agronegócio paranaense, como principal produtor nacional de frango, de mel e de cevada do País, e segundo colocado na produção de suínos, soja, milho, leite, aveia, entre outros. Além disso, ressaltou a potência da indústria local – que concentra, por exemplo, o segundo maior polo automotivo do Brasil.

“O Paraná já é um grande parceiro comercial da Coreia do Sul, exportando produtos como frango e soja. Mas estamos buscando uma abertura para fortalecer esse relacionamento e permitir que novas empresas de lá alcancem nosso mercado e vice-versa. Como Governo do Estado, mediamos esse processo para acelerar essa movimentação”, afirmou o vice-governador.

Em sua apresentação, Piana também ressaltou os planos para transformar o Paraná em um hub logístico da América Latina, potencializando sua localização estratégica através de investimentos contundentes em infraestrutura. Os planos incluem a concessão de 3,3 mil quilômetros de rodovias (a maior do Brasil) e o projeto da Nova Ferroeste, que cria um corredor ferroviário até Porto de Paranaguá – ambas com leilão previsto para 2022.

O embaixador ressaltou que o Paraná já é um grande conhecido de seu país, sendo famoso por seus recursos naturais turísticos e por sua capacidade tecnológica. “Por conta da situação pandêmica, o intercâmbio entre essas duas regiões se tornou mais distante, mas é hora de nos preparar para o futuro e buscar cooperar um com o outro. Cada vez mais, alunos coreanos desejam vir ao Paraná para estudar. A Coreia também é conhecida pela sua qualidade educacional, então acredito que temos potencial para cooperarmos”, disse. 

“Empresas coreanas estão presentes em estados como Amazonas, Ceará e São Paulo. Queremos que Paraná seja o próximo destino, e precisamos nos conhecer melhor para fazer isso acontecer”, acrescentou Lim Ki-Mo. 

RELAÇÕES COMERCIAIS – Esta é a segunda agenda diplomática do vice-governador com a Coreia do Sul em duas semanas. No fim de novembro, ele recebeu o presidente da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Coreia do Sul, Hong Soon Kang, e uma comitiva de empresários sul-coreanos interessados em conhecer mais o Paraná e apresentar tecnologias inovadoras em energia solar e internet para possíveis investimentos.

PRESENÇAS – Participaram do encontro o conselheiro para Assuntos Políticos da Embaixada, Won-Seok Choi; o assessor econômico da Embaixada, Rafael Eo Jin Kim; e o chefe do Escritório de Representação do MRE no Paraná (Erepar), embaixador Igor Kipman. Virtualmente, participou Eduardo Bekin, diretor-presidente da Invest Paraná.

Da AEN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *