NO SMART CITY, GOVERNADOR APRESENTA PROJETOS INOVADORES DO GOVERNO DO ESTADO

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta quinta feira, da abertura do Smart City Curitiba, edição brasileira da maior rede mundial de eventos sobre cidades inteligentes – Foto: Gilson Abreu/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta quinta-feira (24/03) da abertura do Smart City Expo Curitiba, que faz parte da maior rede de eventos sobre cidades inteligentes do mundo, e destacou os projetos do Governo do Estado para o incentivo à inovação e à sustentabilidade. Maior evento brasileiro sobre e tema, esta é a terceira edição realizada em Curitiba, a primeira após a pandemia de Covid-19. As informações são da AEN.

Ratinho Junior destacou que os projetos de inovação refletem tanto na modernização da administração pública, tornando o governo mais ágil e moderno, como na criação de um ecossistema de inovação no Paraná. “Para o Estado, é um grande orgulho receber uma feira como esta. É a oportunidade para quem está nas áreas pública e privada de conhecer novas tecnologias e as tendências para o futuro das cidades”, disse.

Outra frente, destacou, é a formação dos estudantes paranaenses, tendo em vista as profissões do futuro, principalmente na área de tecnologia. “O Paraná é o segundo estado com mais cidades inteligentes do Brasil, e os investimentos que fazemos para incluir aulas de robótica e programação na rede pública colaboram para que a cultura da inovação comece desde cedo. São esses jovens que vão trazer, no futuro, as soluções para a população”, afirmou Ratinho Junior.

O Estado conta com 14 parques tecnológicos, que abrangem todas as regiões, e teve um avanço na abertura de startups nos últimos anos, com 1.956 empresas inovadoras presentes em 108 municípios, sendo que metade delas iniciou as atividades a partir de 2019. Ele também citou a eletrovia da Copel, o uso de carros elétricos, bolsas de estudo para pesquisadores das universidades estaduais, desenvolvimento de aplicativos e utilização mais inteligente de dados para acelerar a regularização de empresas, investigações criminais e a liberação de licenças para projetos sustentáveis.

“Estivemos em 2019, antes da pandemia, no Smart City Expo Barcelona e trouxemos de lá a expertise europeia na área de inovação, a ligação das universidades com o setor privado, com essa nova safra de jovens que estão conectados com a tecnologia. Estamos fazendo essa integração, por meio dos polos tecnológicos, que inovam e criam tendências para o mundo”, ressaltou Ratinho Junior.

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, afirmou que a Capital, que está entre as sete cidades mais inteligentes do mundo, avançou muito na área nos últimos anos. “Quando começamos a feira, há três anos, não imaginávamos que teríamos tantos unicórnios, startups e empresas de inovação. Hoje isso é uma parte importante da economia curitibana”, disse. “A cidade tem pirâmide e telhados solares em construção, programas de realidade virtual e impressoras 3D nas escolas, e investimos cada vez mais na automação do transporte”, citou.

MARCO LEGAL – O superintendente-geral de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Bona, ressaltou que o Governo do Estado editou uma série de medidas no ano passado, que compõem o Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“Há uma diretriz muito clara em nosso plano de governo de transformar o Paraná no Estado mais inovador e moderno do Brasil”, explicou. “Temos uma confluência de energias e esforços para empreender e inovar cada vez mais, que se reflete, por exemplo, na criação de novas startups. Este evento consolida esse cenário e contribui para que avancemos cada dia mais”.

“O Paraná está tendo destaque com o crescimento no número de startups, de empresas de inovação e de técnicos qualificados para atuar nessa área, oferecendo mais qualidade de mão de obra e elevando a economia a outros patamares. O Estado tem também bons exemplos na inovação governamental, com soluções voltadas aos cidadãos”, ressaltou o superintendente-geral de Inovação do Governo do Estado, Marcelo Rangel.

SMART CITY – O Smart City Expo Curitiba se originou do mais importante evento de cidades inteligentes do mundo, o Smart City Expo World Congress, chancelado pela FIRA Barcelona. O evento na capital paranaense é organizado desde 2018 pelo iCities Smart Cities Solutions – hub de negócios e soluções em cidades inteligentes pioneiro no Brasil.

O congresso internacional conta com 95 palestrantes, de 10 países, e a feira reúne 50 empresas, que expõem soluções inteligentes para problemas urbanos. A previsão é que 10 mil pessoas circulem pelo local nesta quinta e sexta-feira (25).

O tema desta edição é “Society Leading the Urban Future” (Futuro Urbano Liderado pela Sociedade, em livre tradução), e conta com discussões e apresentações de Tecnologias Inteligentes para Cidades; Inovação e Negócios Disruptivos; Governança em uma Sociedade Inteligente; Mobilidade Inteligente para o Futuro; e Cidades Sustentáveis.

O Governo do Estado conta com um estande no evento, a Arena Paraná, onde Copel, Sanepar, Celepar e Detran apresentam aos participantes as ações inovadoras dentro de suas áreas. Entre os exemplos está o programa Rede Elétrica Inteligente, da Copel, as ferramentas e aplicativos online criados pela Celepar para melhorar a prestação de serviços ao cidadão, a solução de Gestão de Infração de Trânsito (GTI), entre outros projetos.

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Compagas estão entre patrocinadores do Smart City, e, assim como a Copel e a Sanepar, também contam com estandes próprios na feira.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o diretor de Negócios Internacionais da FIRA Barcelona, Ricard Zapatero; os diretores-presidentes do Tecpar, Jorge Callado; e da Compagas, Rafael Lamastra; o fundador do iCities, Beto Marcelino; a curadora da FIRA Barcelona, Pilar Conesa; e o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel.

Da AEN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *