NA ASSEMBLEIA, SECRETÁRIO DA SAÚDE FAZ CHAMADO ESTADUAL PARA O DIA D DA VACINAÇÃO

Foto: Dálie Felberg/Alep

Em sua primeira vinda à Assembleia Legislativa do Paraná desde que assumiu a Secretaria de Estado da Saúde (SESA), o secretário César Augusto Neves Luiz reforçou, durante prestação de contas à Comissão de Saúde na manhã desta terça-feira (07/06), o chamado para que os paranaenses compareçam ao Dia D da Vacinação no Paraná no próximo sábado (11/06). As informações são da Assembleia Legislativa do Paraná.

“Faremos um grande dia de mobilização à vacina em todas as regiões do estado porque ela comprovadamente nos trouxe esta situação de relativa estabilidade quanto aos óbitos da covid-19. Entendemos que é a ferramenta mais eficaz no combate e precisamos melhorar nosso padrão vacinal”, explicou o secretário.

“Infelizmente, por fake news, temos uma cobertura vacinal muito aquém do que nossa tradição histórica sempre vacinou. Este Dia D é um dia de reflexão e chamamento para que os pais levem seus filhos para atualizarem sua vacina, mas também a influenza e todas as que estão na caderneta de vacinação”, afirmou César Neves.

A preocupação foi demonstrada aos membros da Comissão presidida pelo deputado Dr. Batista (União) também durante a apresentação feita do diretor-geral da SESA, Nestor Werner Junior, que fez um balanço de todas as ações da pasta no primeiro quadrimestre de 2022. A demonstração ao Poder Legislativo é obrigatória.

“Tivemos um movimento nacional iniciado em 2016 que resultou em uma queda muito grande no número de crianças vacinadas”, alertou o diretor-geral, destacando que a vacinação contra a covid-19 tem ritmo superior às demais. “Foram aplicadas 24 milhões de doses. Mais der 10 milhões de paranaenses vacinados”, disse.

O secretário César Neves completou: “Estamos muito abaixo de nossa tradição histórica da vacinação, mas alcançamos 60% de cobertura no ano passado. Ainda é pouco, temos possibilidades da volta de doenças erradicadas. Peço o apoio e ajuda de todos para vacinar o máximo possível de paranaenses”, clamou.

O secretário falou ainda de uma ampliação de 107 novos leitos no estado na última sexta-feira (03/06), tanto em terapia-intensiva quanto em enfermarias. “Estes números são observados no dia a dia e se houver necessidade de outras ações em outras regiões, a secretaria está vigilante, atenta e as tomará”, falou o secretário.

A apresentação foi comentada pelo presidente da Comissão de Saúde Pública da Assembleia, deputado Dr. Batista, que falou também das dificuldades da pasta em momentos de enfrentamento como o da pandemia. “O secretário foi enfático, explanando todo o trabalho que vem sendo feito”, afirmou.

Participaram da audiência com questionamentos à equipe da SESA ainda: o deputado Arilson Chiorato (PT), líder da Oposição no Legislativo; o deputado Michele Caputo (PSDB); a deputada Cristina Silvestri (PSDB), o deputado Ricardo Arruda (União); e a deputada Mabel Canto (PSDB). Da SESA: Vinicius Filipak, diretor de gestão em saúde; e Maria Goretti Lopes, diretora de Superintendência de atenção à saúde também participaram.

Covid
O diretor Nestor Werner Junior, fez um comparativo dos números da covid-19 com o ano passado. “A doença fez um estrago na atenção da saúde da mulher, principalmente das gestantes. No pico da doença no ano passado tivemos um grande número de óbitos. Neste primeiro quadrimestre de 2022 não tivemos nenhuma morte, resultado da vacinação”, frisou.

“Tivemos aumentos absurdos e exponenciais nos meses de janeiro e fevereiro. A subida foi rápida, mas a queda também, com estabilidade no mês de abril. Temos uma situação diferente agora com a entrada do outono, aumento de doenças respiratórias graves, entrada de outros vírus, todos circulando ao mesmo tempo”, alertou o diretor.

Da Assembleia Legislativa do Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *