MPF DENUNCIA JOSÉ DIRCEU, RENATO DUQUE E MAIS 13 POR CORRUPÇÃO NA PETROBRAS

MPF DENUNCIA JOSÉ DIRCEU, RENATO DUQUE E MAIS 13 POR CORRUPÇÃO NA PETROBRAS

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou nesta segunda-feira (08/02) José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil, Renato Duque, ex-diretor de serviços da Petrobras, e outras 13 pessoas por crimes como formação de cartel, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e fraudes em licitações e contratos de “serviços compartilhados” da Diretoria de Serviços da Petrobras. As informações são do UOL.

Segundo investigação do MPF, a suposta organização criminosa passou a funcionar a partir de 2003, quando Renato Duque procurou ajuda política para chegar ao cargo de Diretor de Serviços da Petrobras. “Houve a conjugação de esforços para que o nome dele fosse levado à apreciação do então ministro da Casa Civil, José Dirceu, e recebesse o seu apoio para fins de nomeação ao alto cargo diretivo almejado na estatal”, detalhou.

O MPF diz que a nomeação de Duque “veio a revelar seu preço”. As investigações indicam que Renato Duque passou a anuir e auxiliar o funcionamento de cartéis na Petrobras. Ele teria recebido vantagens indevidas das empresas, por intermédio de operadores financeiros, entre eles os irmãos Milton e José Adolfo Pascowitch.

O suposto esquema envolvia o pagamento sistemático de propinas por representantes das empresas Hope Recursos Humanos e Personal Service Recursos Humanos e Assessoria Empresarial. Em troca, as empresas teriam sido favorecidas em grandes contratos com a Petrobras.

A Operação Lava Jato já culminou em 131 denúncias e mais de 530 denunciados. Esta é a primeira oferecida desde a integração com o Gaeco (Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado), do MPF.

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Do UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *