GREVE DOS MOTORISTAS DA TCCC CHEGA AO FIM EM MARINGÁ

GREVE DOS MOTORISTAS DA TCCC CHEGA AO FIM EM MARINGÁ

A greve dos motoristas da empresa Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) chegou ao fim na tarde desta terça-feira (16/02), segundo informações da administração da TCCC. A empresa e os funcionários chegaram a um acordo, segundo o administrador Roberto Jacomelli. As informações são de Fabio Guillen, do GMC Online.

O Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar) enviou nota à imprensa nesta tarde confirmando que houve acordo entre os motoristas e a empresa e que a greve acabou. O Sinttromar reforçou novamente que a greve não tinha relação sindical e que era uma reivindicação dos próprios motoristas.

A greve começou no dia 8 de fevereiro, dias após a TCCC informar aos trabalhadores que não depositaria o salário integral de janeiro deste ano. No mesmo dia da greve, a empresa informou que pagou os salários e pediu aos motoristas que voltassem ao trabalho.

No entanto, a categoria exigiu o pagamento de participação nos lucros da empresa e reajuste salarial desde o ano passado, que são assuntos que já estavam sendo discutidos .

Na tarde desta terça-feira (16/02), o administrador da empresa, Roberto Jacomelli, informou que a TCCC não tem condições de pagar os valores no momento e que uma opção que foi oferecida é o não desconto dos dias de paralisação dos salários dos motoristas. Eles teriam aceitado, segundo o administrador.

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, informou em nota enviada à imprensa que está acompanhando a situação e que espera que 100% da frota volte ao normal nesta quarta-feira (17/02). “Vamos seguir acompanhando e tomando as medidas necessárias, buscando sempre o melhor para a população”, disse o prefeito Ulisses Maia em nota enviada à imprensa.

Os moradores de Maringá e região metropolitana estão há mais de uma semana sofrendo com a falta de transporte público e com os valores altos de corridas adotadas pelos aplicativos de transporte.

Foto: Luciana Peña

Do GMC Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *