DEPUTADAS QUEREM MUDAR O NOME DA CÂMARA

DEPUTADAS QUEREM MUDAR O NOME DA CÂMARA

A Câmara poderá mudar de nome. As deputadas Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Erika Kokay (PT-DF) apresentaram requerimento ao presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), pedindo que a Câmara dos Deputados passe a se chamar, oficialmente, Câmara Federal. As informações são de Edson Sardinha, do Congresso em Foco.

Embora seja usado com frequência, o termo não é aceito oficialmente. As duas petistas querem que a mudança seja incluída na proposta de emenda à Constituição (PEC 125) que trata da reforma eleitoral. A PEC será objeto de discussão hoje entre Lira e os líderes partidários.

“Não há outra razão, a não ser o machismo estrutural, que justifique que, em pleno Século 21, a Câmara ainda seja conhecida como Câmara dos Deputados, a despeito de as mulheres representarem a maioria da população brasileira e do enorme esforço da justiça eleitoral brasileira e, até mesmo, dos organismos internacionais e dos tratados firmados pelo país em prol da inclusão da mulher”, justificam as deputadas petistas.

De acordo com elas, a mudança é necessária “como diretriz afirmativa para o avanço da participação das mulheres na política”. A PEC em discussão proíbe a realização de eleições em dias próximos a feriados. Mas o texto contemplará uma série de mudanças mais profundas. Entre elas, a cota para mulheres no Legislativo, um dos compromissos de campanha de Lira na eleição para a presidência da Câmara.

Foto: Agência Câmara

Do Congresso em Foco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *