SURTO DE COVID-19 FAZ ILHA DE SUPERAGUI FECHAR AS PORTAS PARA TURISTAS E ADOTAR RESTRIÇÕES

Depois de registrar pousadas lotadas e campings cheios na virada do ano, a Ilha de Superagui, em Guaraqueçaba, agora enfrenta um surto de Covid-19. Nesta segunda-feira (03/01), a prefeita Lilian Ramos Narloch (PP) assinou decreto fechando bares, restaurantes e serviços turísticos não-essenciais na ilha. As informações são da Gazeta do Povo.

Entre as medidas, está a suspensão de serviços como passeios turísticos e atrações artísticas. Táxis náuticos e barcos maiores, que ofertam serviços de transporte ao local, estão autorizados a funcionar com restrições: monitoramento de passageiros mediante listagem de embarque; disponibilização de álcool 70%; utilização obrigatória de máscara; e limitação de capacidade em 70%.

A prefeita também decretou a proibição do transporte de turistas e pessoas não residentes na Comunidade do Superagui, salvo em casos de transporte das equipes médicas e de suporte na área da saúde.

De acordo com o documento, o funcionamento de hotéis, pousadas e campings está suspenso até 31 de janeiro, com os turistas já hospedados devendo ser comunicados da decisão – todos devem deixar a ilha em 72 horas, sob pena de multa para os visitantes e para os estabelecimentos.

Da Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *