SEM ATAQUES, APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS DOMINA PRIMEIRO PROGRAMA GRATUITO NA TV

SEM ATAQUES, APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS DOMINA PRIMEIRO PROGRAMA GRATUITO NA TV

Na estreia da propaganda eleitoral gratuita na televisão, no início da tarde desta sexta-feira (09/10), dez dos 12 candidatos à Prefeitura de Curitiba com direito ao tempo de exibição preocuparam-se, basicamente, em se apresentar ao eleitor. Não houve qualquer confronto, ataque ou denúncia e a tônica foi o desfile de imagens bem feitas em diferentes cenários da cidade.

Rafael Greca (DEM), que concorre à reeleição e que dispõe do maior tempo (3 minutos e 16 segundos), foi o único a não se apresentar, preferindo mostrar que “é bom continuar”.  A maior parte do programa de Greca foi dedicado à luta contra a pandemia da covid-19, destacando que Curitiba soube vencer o mal. Para o atual prefeito,os curitibanos ficaram mais próximos do que antes do coronavírus.

João Arruda, do MDB, com tempo de 46 segundos, abriu o programa eleitoral. Apresentou-se aos eleitores e prometeu “soluções modernas para problemas antigos”.

Em seguida, Fernando Francischini, do PSL, com 1 minuto e 58 segundos, começou falando da pandemia, realçando que a cidade enfrentou o problema “com arrogância” e que pagou um duro preço por isso. Depois, apresentou a mulher, Flávia, para quem o candidato é o mais preparado para administrar Curitiba.

Paulo Opuszka, do PT, por sua vez, mostrou em 1 minuto e quatro segundos, trabalhadores em várias situações e atividades, criticou a concentração de riqueza nas mãos de poucos e lançou um mote: “partiu fazer a Curitiba que cuida da gente”.

O Professor Mocellin (PV), com nove segundos, teve tempo apenas para dizer quem é e que vai fazer uma cidade mais sustentável.

Carol Arns, do Podemos, apareceu ao piano executando o Hino de Curitiba e mostrou a família, em 23 segundos.

Camila Lanes (PCdoB), com tempo de 16 segundos, enfatizou que “o futuro se constrói agora” e prometeu transformar Curitiba em modelo em educação.

Enquanto isso, Goura (PDT), em 36 segundos, explicou o que entende por política e lançou o desafio de uma outra Curitiba.

A candidata do PL, Christiane Yared, exibiu em 50 segundos um álbum de fotos da família e afirmou que vai fazer “uma Curitiba cidadã”.

Quem encerrou o primeiro programa foi o Dr. João Guilherme do Novo (tempo de 19 segundos), para quem “o Novo é novo mesmo”. Ele prometeu devolver a esperança a Curitiba.

As candidatas Letícia Lanz (Psol)  e Marisa Lobo (Avante) tinham direito ao horário eleitoral gratuito mas não apareceram.

Foto: Reprodução / Agência Brasil

Do Contraponto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *