SECRETÁRIO DE SAÚDE REAFIRMA PEDIDO DE ISOLAMENTO SOCIAL

SECRETÁRIO DE SAÚDE REAFIRMA PEDIDO DE ISOLAMENTO SOCIAL

O secretário de Estado de Saúde, Beto Preto, em entrevista ao jornal do Meio Dia da RPC nesta terça (21/04), reafirmou a necessidade de isolamento domiciliar para segurar o avanço de casos e mortes por covid-19 no Paraná. As informações são de Josianne Ritz, do Bem Paraná.

“Estamos tranquilos ainda no Paraná, porque as regras de isolamento vinham sendo cumpridas. Não há melhor medicamento para o coronavírus que o isolamento social. Nós ainda estamos atrás de equipamentos para preparar hospitais precisamos desse tempo. Peço que a população fique em casa”, disse o secretário. Segundo ele, 30% das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) estão ocupadas com casos de covid-19, mas com o descumprimento das medidas de isolamento, esse número deve crescer rapidamente.

“O Paraná está numa situação tranquila em relação a outros estados, porque os paranaenses estavam seguindo as medidas. Tudo pode mudar rapidamente. Há uma falsa sensação de controle. Mas que qualquer deslize será o caos”, afirmou Beto Preto. Há 40 dias, o Paraná registrava os primeiros seis casos, em 12 de março. De lá para agora a doença levou à morte 51 pessoas e no total 1007 moradores do estado têm o diagnóstico de Covid-19 confirmado laboratorialmente.

O secretário também descartou a volta das aulas, tanto na rede estadual quanto privada, nos próximos 30 dias: “O movimento de crianças, adolescentes e estudantes em escolas e universidades facilita demais a propagação do coronavírus. O próprio governador Ratinho Jr já disse que trabalha com o retorno das aulas presenciais no segundo semestre somente”. 

Sobre a reabertura do comércio e atividades em cidades paranaenses como Ponta Grossa, Cascavel e Foz do Iguaçu, o secretário expressou preocupação, mas disse que a equipe de saúde vai monitorar a propagação do vírus: “Vamos analisar qual será a propagação e os números de infectados”. 

Último boletim – O número de casos de Covid-19 no Paraná aumentou para 1007 confirmações nesta segunda-feira (20/04). Dezenove foram confirmados em 24  horas. Do total, 419 pacientes já estão recuperados, sendo 230 do interior e 189 da capital. Os dados de Curitiba são referentes ao dia 18 de abril. Os dados da Sesa apontam 59 pacientes residentes no interior do estado recuperados da Covid-19 a mais que a última planilha, divulgada na sexta-feira. Do total, 116 casos são de pacientes do sexo feminino, representando 50,4%, e 114 do sexo masculino, 49,6%. As faixas etárias registradas que apresentam mais casos de recuperação são de 30 a 39 anos, com 69 pessoas liberadas de tratamento da doença, e de 40 a 49 anos, com 50 recuperados. A planilha aponta pacientes recuperados na faixa de 10 meses a mais de 90 anos. As Regionais de Saúde que registram maior número de pessoas recuperadas são:  17ª Regional de Londrina, com 54; 15ª Regional de Maringá com 27, cidades da 2ª Regional Metropolitana, também com 27, e a 9ª regional de Foz do Iguaçu, com 24 pacientes recuperados.

105 municípios paranaenses já registram ao menos um caso de Covid-19 confirmado. Curitiba tem 369 casos, 36,64% do total de casos do Paraná. Londrina já confirmou 94 pacientes com a doença e Cascavel está com 64 e Maringá 41 registros positivos para o SARS-CoV-2. Os demais 439 casos estão em 101 municípios do Estado.

Os óbitos foram registrados em 24 municípios, sendo Curitiba com a maior quantidade: 9 mortes em decorrência da Covid-19. Londrina teve sete mortes, Maringá cinco e Campo Mourão quatro, todas em consequência da doença. Outros 20 municípios somam 26 ocorrências.

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Do Bem Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *