RICARDO BARROS ALERTA PARA TRANSMISSÃO POR PESSOAS SEM SINTOMAS

RICARDO BARROS ALERTA PARA TRANSMISSÃO POR PESSOAS SEM SINTOMAS

Com o crescimento das confirmações de casos do coronavírus (Covid-19) no Paraná, o ex-ministro da Saúde, deputado Ricardo Barros (PP), alerta para a importância do isolamento social (evitar ao máximo sair de casa e ficar longe de grandes aglomerações, independentemente do estado de saúde) como forma de coibir a disseminação do vírus.

Segundo Barros, o histórico de outros países mostra que muitas pessoas são infectadas, mas não desenvolvem a doença, são os pacientes assintomáticos. Apesar de não apresentarem sintomas essas pessoas transmitem.

“Pessoa com alta imunidade é contaminada, não desenvolve sintomas, mas transmite mesmo assim”, explicou. “É um inimigo invisível, pois não conseguimos monitorar essas pessoas”, acrescentou

Alguns dados preliminares sobre transmissão do vírus na China, Singapura e Alemanha demonstram que pacientes infectados podem estar transmitindo o vírus de 24h a 48h antes do início dos sintomas e 24horas depois de acabarem os sintomas.

De acordo com estudos divulgados recentemente pela universidade de YALE, embora pacientes com sintomas tenham duas vezes mais chances de transmitir, assintomáticos são seis vezes mais numerosos e acabam se tornando os grandes multiplicadores do vírus.

“A ordem é ficar em casa, atender as determinações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que tem acompanhado as experiências exitosas em outros países. Com o isolamento social, as pessoas estarão protegendo a sua saúde e a da sua família. Sigam as recomendações dos órgãos competentes, foi assim que superamos a Zika e Febre Amarela, durante minha gestão no Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *