RATINHO JR TERÁ QUE TROCAR CINCO SECRETÁRIOS ATÉ A PRÓXIMA SEXTA

Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN

O governador Ratinho Júnior (PSD) terá que promover, até a próxima sexta-feira, uma “minirreforma” do secretariado por causa da legislação eleitoral. Termina no próximo dia 2 de abril, o prazo para que ocupantes de cargos de primeiro escalão estadual que desejam disputar as eleições de outubro entreguem seus cargos. As informações são do Bem Paraná.

Deixam o governo os secretários da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost (PSD); da Saúde, Beto Preto (PSD); da Administração e Previdência, Marcel Micheletto (PSD), do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes (PSD); e da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. Leprevost e Alex voltam à Câmara Federal. O primeiro deve disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, e o segundo, tentar a reeleição para deputado federal. Micheleto, e Márcio Nunes voltam à Assembleia também como pré-candidatos à reeleição. Já Beto Preto – que ganhou notoriedade estadual ao atuar no combate à pandemia da Covid-19 – sonha com uma pré-candidatura ao Senado, mas deve sair mesmo para deputado federal.

O governador deve nomear um deputado estadual de sua coligação para uma das secretarias, como forma de manter no cargo o líder do governo na Assembleia, Hussein Bakri (PSD), hoje suplente de Nunes. Ele também deve nomear um nome do MDB do Paraná para um cargo, já que o partido aderiu à pré-candidatura à reeleição de Ratinho Jr, depois que o ex-governador e pré-candidato de oposição, Roberto Requião, hoje no PT, deixou o MDB.

Do Bem Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *