PSD DE CURITIBA EXPULSA VEREADORA FABIANE ROSA, ACUSADA DE ‘RACHADINHA’

PSD DE CURITIBA EXPULSA VEREADORA FABIANE ROSA, ACUSADA DE ‘RACHADINHA’

O PSD de Curitiba decidiu expulsar a vereadora Fabiane Rosa, acusada pelo Ministério Público do Paraná de comandar um esquema de “rachadinha” na Câmara Municipal, ficando com parte dos salários de ex-assessores. Segundo o partido, a decisão pela expulsão foi por unanimidade. De acordo com ex-funcionários, ela exigia que eles repassassem valores mensalmente, alegando que seriam usados para financiar a causa da defesa dos animais, sua bandeira política. A vereadora nega as acusações. As informações são de Ivan Santos, do Bem Paraná.

A parlamentar foi presa, no último dia 27 de julho, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP do Paraná. No dia 11, foi solta pelo Tribunal de Justiça do Paraná, que acatou pedido da defesa para que ela deixasse a Penitenciária Feminina de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, e passasse para prisão domiciliar. No último dia 20, o Conselho de Ética da Câmaraa abriu processo contra a vereadora, após denúncia da Corregedoria da Casa,

Fabiane Rosa foi denunciada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) por concussão e peculato. A parlamentar é a atual presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Curitiba, no biênio 2019-2020. Como será julgada pela comissão, a vereadora terá que ser considerada impedida. Dessa forma, o vice-presidente Bruno Pessuti (Podemos) passaria a presidir o grupo de trabalho.

Fabiane também era acusada pela direção municipal do PSD de infidelidade partidária, por apoiar e votar a favor dos projetos do atual prefeito Rafael Greca (DEM). No último final de semana, o deputado federal Ney Leprevost, dirigente do partido, desistiu de disputar a eleição para prefeito, após pedido do governador Ratinho Júnior (PSD) para que voltasse ao governo. Com isso, o PSD deve apoiar a reeleição de Greca, indicando o atual vice, Eduardo Pimentel, que aderiu à legenda em abril, deixando o PSDB do ex-governador Beto Richa. 

Foto: Câmara Municipal de Curitiba

Do Bem Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *