PREFEITURA DE MARINGÁ OCULTA DÉFICIT NOS 3 ÚLTIMOS ANOS

PREFEITURA DE MARINGÁ OCULTA DÉFICIT NOS 3 ÚLTIMOS ANOS

Na última terça-feira (10/03) o respeitado jornalista maringaense Diniz Neto publicou informações que contestam os números oficiais sobre as contas da Prefeitura de Maringá desde o início da atual gestão, iniciada em 2017.

A publicação afirma que para a Prefeitura chegar a um “suposto superávit ano a ano”, foram somados os empréstimos às receitas.

Os números publicados apontam que nos três anos foram realizados empréstimos (em 2018 foram R$ 122 milhões) e gastos acima da arrecadação (que variaram de 6,6 milhões no primeiro ano de gestão até R$ 126 milhões em 2018), resultando em uma dívida que subiu de R$ 235 milhões para R$ 440 milhões.

Segue o texto da publicação completa, divulgada pelo jornalista:

NÚMEROS DE MARINGÁ
O assunto é extremamente sério. As contas da Prefeitura são apresentadas em audiências políticas, publicadas no Portal da Transparência e informadas à sociedade organizada, empresários e clubes de serviços, mostram um desempenho positivo ou negativo?
Segundo a Prefeitura, o desempenho é muito positivo, com um suposto superávit ano a ano.

GASTOS MAIORES DO QUE AS RECEITAS
O fato é que os números não mentem. Em 2017, 2018 e 2019 a Prefeitura de Maringá gastou mais do que arrecadou.
Para chegar em um “superávit” os empréstimos estão somados às receitas. E despesas como o repasse para a Câmara e aporte para Previdência ficam fora da conta.

OS NÚMEROS
Em 2017, foram gastos R$ 6,6 milhões a mais do que a arrecadação. Os empréstimos foram de quase R$ 8 milhões.
Em 2018 os gastos acima da arrecadação foram de R$ 126 milhões. Os empréstimos somaram R$ 122 milhões.
Em 2019, os gastos acima da arrecadação foram de R$ 51,8 milhões. Os emprésimos somaram R$ 50,7 milhões.
Em três anos, a Prefeitura gastou R$ 184,6 milhões acima do que arrecadou.

DÍVIDAS CHEGAM A R$ 440 MILHÕES
A dívida da Prefeitura subiu de R$ 235 milhões para R$ 440 milhões. 87% em três anos (2017 a 2019).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *