PREFEITO DE MARINGÁ CRITICA PARLAMENTARES E RECEBE RESPOSTAS DESCONCERTANTES

PREFEITO DE MARINGÁ CRITICA PARLAMENTARES E RECEBE RESPOSTAS DESCONCERTANTES

Na foto (esq. para dir.): Ulisses Maia, Filipe Barros e Paulo Eduardo Martins.

Após a votação da PEC que renovou o Fundeb (fundo que financia a educação básica), realizada na terça-feira (21/07) na Câmara dos Deputados, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PSD) escreveu em sua conta no twitter criticando os deputados federais que votaram contra, chamando a atenção de forma deselegante para os dois parlamentares do Paraná presentes na lista, Filipe Barros (PSL) e Paulo Eduardo Martins (PSC):

“De 7 deputados que votaram contra o Fundeb, dois são do PR. Lamentável. Ainda bem que não são de Mga”, escreveu o prefeito.

As respostas dos deputados chegaram no dia seguinte (22/07), também via twitter. Filipe Barros respondeu com um discurso com viés mais ideológico, lembrando ao final da postagem sobre a falta de vagas em creches que a gestão do atual prefeito ainda não resolveu:

“O Prefeito esquerdista de Maringá, Ulisses Maia, que chegou a Prefeitura apoiado pelo PT, não paga creches credenciadas em sua cidade e quer falar de mim. Maringá tem mais de 3.500 crianças esperando por vaga em creche, segundo a defensoria pública. Vá trabalhar, Prefeito.” Vale lembrar que Ulisses Maia se elegeu pelo PDT, mas trocou de partido em abril deste ano.

Já Paulo Eduado Martins foi moderado, explicando de forma técnica o porquê de seu voto, finalizando com uma provocação que deixou a entender que o prefeito foi injusto em sua crítica.

“Prefeito, eu discordei de pontos do texto e principalmente da constitucionalização do que é proposto, pois dificulta ajustes futuros. No mais, o Sr não comemora o fato de eu nao ser de Maringá quando destino recursos para a cidade, não é? Abraços.”, postou Paulo Eduardo Martins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *