POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADOS CONTRA SUSPEITOS DE FRAUDAR LICITAÇÃO EM CURITIBA

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADOS CONTRA SUSPEITOS DE FRAUDAR LICITAÇÃO EM CURITIBA

Sete mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil, na manhã deste sábado (22/08), em uma operação contra fraudes em processos licitatórios da Prefeitura de Curitiba para prestação de serviços de limpeza urbana em Curitiba.

As ordens judiciais foram cumpridas na capital, Almirante Tamandaré e Colombo, e miram sete empresários suspeitos de montar um esquema, em 2018, com várias empresas para participar dos mesmos processos licitatórios, simulando concorrência entre elas e afastando a participação de outras firmas menores.

O delegado Marcos Pestano disse que no certame alvo da investigação, dez lotes foram licitados e que o valor anual das licitações girava em torno de R$ 3,5 milhões. “Até o presente, eles já estavam na primeira renovação, são contratos de renovação continuada. E, até o presente, eles teriam recebido R$ 5,9 milhões”, afirmou.

O nome dos empresários não foram divulgados pela Polícia Civil. De acordo com o delegado Leandro Farnese, dois carros e uma motocicleta de luxo foram apreendidos durante a operação, além de celulares e documentos.

Aproximadamente R$ 6 milhões foram bloqueados de contas bancárias dos empresários e de cinco empresas ligadas a eles. O grupo também está proibido de participar de novas licitações e contratar com poder público, segundo o delegado.

Os empresários devem responder por fraude à licitação e associação criminosa, com penas de até sete anos de prisão, além de multa. A justiça também pode decretar o perdimento dos bens e a devolução dos valores recebidos do município.

O que diz a prefeitura
Em nota, a Prefeitura de Curitiba informou que colabora com as investigações. “Todas as documentações e informações solicitadas ao município foram apresentadas para que a Polícia Civil prossiga com o inquérito”, diz a nota.

Foto: arquivo AEN

Do G1 Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *