PGR TENTA REVERTER DECISÃO QUE DESOBRIGOU LAVA JATO A COMPARTILHAR BANCO DE DADOS

PGR TENTA REVERTER DECISÃO QUE DESOBRIGOU LAVA JATO A COMPARTILHAR BANCO DE DADOS

A Procuradoria-Geral da República apresentou recurso ao STF nesta sexta-feira (07/08) contra a decisão do ministro Edson Fachin que barrou o acesso da PGR à íntegra da base de dados das forças-tarefa da operação Lava Jato em Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro. As informações são da Gazeta do Povo.

Segundo informação do blog do jornalista Fausto Macedo, no jornal O Estado de S.Paulo, o pedido é assinado pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques. Na petição, ele menciona a necessidade de exame dos materiais para “certificação […] da existência ou inexistência de dados e investigações relativos a atos ilícitos cometidos por autoridades com foro no Supremo”.

Quando Fachin reverteu a garantia de acesso aos materiais colhidos em ao longo de investigações e durante operações de busca e apreensão, técnicos da PGR já estavam no Paraná fazendo cópias dos documentos (que não poderão ser utilizadas).

A ofensiva da PGR começou com uma tentativa de acesso a informações por parte da subprocuradora-geral Lindôra Araújo; na ocasião, a força-tarefa do Paraná recusou o repasse das informações, o que, no recurso apresenta ao STF, a PGR classifica como “resistência insubsistente”.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *