PERDA DE ARRECADAÇÃO NO PARANÁ PODE CHEGAR A R$ 3,7 BILHÕES, DIZ SECRETÁRIO

PERDA DE ARRECADAÇÃO NO PARANÁ PODE CHEGAR A R$ 3,7 BILHÕES, DIZ SECRETÁRIO

As perdas de arrecadação em função do impacto da pandemia do novo coronavírus na atividade econômica podem chegar a R$ 3,7 bilhões no Estado do Paraná. Durante audiência em comissão no Congresso, o secretário de Fazenda do Paraná, Renê Garcia Júnior, informou que a estimativa considera os efeitos da pandemia por mais quatro meses.

“Se a pandemia se estender por quatro meses, pode chegar ao montante, com tudo mais constante, de R$ 3,7 bilhões”, disse. Ele destacou que o impacto inicial da pandemia na receita foi intenso. “Nós chegamos a perder, ao longo dos últimos três meses, R$ 1,7 bilhão só de ICMS. Isso representa praticamente a totalidade dos recursos que virão por conta do auxílio (federal)”, declarou. As informações são do Estadão.

Apesar de o início da pandemia ter prejudicado bastante os Estados, o secretário opinou que a pior fase da crise causada pelo novo coronavírus ainda não passou. Ele prevê uma situação pós-crise que exija ainda mais atenção para a área de saúde. “Teremos que repensar o sistema de saúde”, disse.

Para ele, o “estrago provocado nas finanças dos Estados pode ser para sempre”.

Ele justifica citando uma possível queda na qualidade dos serviços dos Estados, além do acúmulo de dívidas.

“A situação nos Estados só vai ser potencialmente resolvida com uma grande reflexão sobre o Pacto Federativo, sobre a distribuição de funções entre os entes federativos,e com uma reforma tributária que venha de fato a mudar o perfil da arrecadação”, declarou.

Renê Garcia Júnior e outros secretários de Fazenda participam nesta terça-feira, 21, de audiência da comissão mista no Congresso que acompanha a atuação do governo no combate à pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *