PARANÁ REGISTRA O ABRIL COM MAIS MORTES E MENOS NASCIMENTOS DA HISTÓRIA

PARANÁ REGISTRA O ABRIL COM MAIS MORTES E MENOS NASCIMENTOS DA HISTÓRIA

O último mês, que se encerrou na sexta-feira, foi o abril com mais mortes e menos nascimentos na história do Paraná. É o que apontam dados do Portal da Transparência dos Cartórios de Registro Civil e das Estatísticas do Registro Civil, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), compilados pelo Bem Paraná. 

Ao longo do quarto mês deste ano, os cartórios paranaenses anotaram um total de 11.281 nascimentos e 9.575 mortes – números que ainda podem variar um pouco, tendo em vista que os cartórios possuem alguns dias de prazo para informar os registros à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional). É como se, para cada dez falecimentos, 12 pessoas nascessem, praticamente.

Em abril de 2020, no entanto, o Paraná havia acompanhado o início de 13.423 vidas, ao passo que outras 5.902 chegaram ao fim. Naquele mês, então, foram registrados, em média, 23 nascimentos para cada 10 óbitos.

Dessa forma, comparando-se as estatísticas de abril de 2020 com abril de 2021, verificamos que nesse ano houve uma queda de 15,89% no número de nascimentos, ao passo que o de óbitos saltou 62,29%.

Considerando ainda a série histórica iniciada em 2003, até então o abril com mais mortes havia sido o de 2016, com 6.263 registros (número 52,88% inferior ao do último mês deste ano). O abril com menos nascimentos, por outro lado, havia sido o de 2007, com 12.342, valor 8,6% superior ao de 2021.

Foto: Rhodi Lopez / Unsplash

Do Bem Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *