PACHECO AUTORIZA PRORROGAÇÃO DA CPI DA PANDEMIA POR 90 DIAS

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), autorizou a prorrogação da CPI da Covid por 90 dias. Durante a sessão plenária desta quarta-feira (14/7), o parlamentar leu o requerimento do vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que pediu a prorrogação das investigações sobre a atuação do governo federal na pandemia do novo coronavírus e o uso de recursos da União, durante a crise sanitária, por estados e municípios. As informações são de Jorge Vasconcellos do Correio Braziliense.

A CPI da Pandemia foi instalada em 27 de abril, com prazo de três meses de funcionamento. Com a prorrogação, a comissão poderá trabalhar até o início de novembro.

Rodrigo Pacheco disse que o andamento da CPI nos próximos dias vai depender do recesso parlamentar. “Nós teremos amanhã sessão do Congresso Nacional para apreciação da Lei de Diretrizes Orçamentárias. Portanto, há uma expectativa de aprovação da LDO e, consequentemente, do recesso parlamentar, de modo que o prazo da CPI ficaria suspenso, e aí, então, nessa hipótese, se encerraria no dia 7 de agosto de 2021”, disse o presidente do Senado.

“O requerimento lido contém subscritores em número suficiente para prorrogar o prazo da Comissão Parlamentar de Inquérito, nos termos do art. 152 do Regimento Interno, e será publicado para que produza os devidos efeitos”, acrescentou Pacheco.

Nesta quinta-feira (15), a CPI tomará o depoimento do procurador da empresa Davati Medical Supply no Brasil, Cristiano Carvalho. Os senadores querem esclarecer denúncias de propina envolvendo funcionários do Ministério da Saúde em negociações para compra de vacinas contra a covid-19.

Do Correio Braziliense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *