ODEBRECHT DEVE ASSINAR NOVO CONTRATO COM ESTADO DO PARANÁ

ODEBRECHT DEVE ASSINAR NOVO CONTRATO COM ESTADO DO PARANÁ

POR CELSO NASCIMENTO PARA O CONTRAPONTO

Em mais um capítulo da novela sobre a duplicação da Rodovia dos Minérios (PR-092), que liga Curitiba a Almirante Tamandaré, o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) homologou a Odebrecht Engenharia e Construção Internacional S.A. como nova vencedora da licitação iniciada em 2017. O despacho é do último dia 12 de agosto, assinado pelo então diretor-geral do órgão, João Alfredo Zampieri, e foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (20).

Conforme o documento, a troca da empresa que fará a obra decorre de um mandado de segurança acatado pela 5.ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (0001365-32.2018.8.16.0004) no último dia 30 de julho. Inicialmente classificada em segundo lugar, a Odebrecht recorreu à Justiça contra a habilitação do Consórcio Triunfo-TCE, que havia sido homologado vencedor no dia 6 de abril de 2018. O DER-PR já preparava a assinatura do contrato para viabilizar o início da obra quando o processo foi suspenso devido à judicialização.

Segundo o edital, a obra abrange a duplicação de 4,7 quilômetros entre o Rio Barigui, no Contorno Norte de Curitiba, até o perímetro urbano de Tamandaré, além da ampliação de capacidade, que inclui a construção de passarela, dois viadutos duplos e cinco novas pontes duplas.

O valor máximo da licitação era de R$ 114,1 milhões. As propostas das onze participantes foram abertas no dia 12 de dezembro de 2017. O Consórcio Triunfo-TCE “levou” com o menor preço: R$ 83,6 milhões, um desconto de 26,7% em relação ao teto da concorrência. Mas para atender a decisão judicial, o Governo do Paraná terá que desembolsar mais R$ 7 milhões, já que a proposta da Odebrecht foi de R$ 90,6 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *