NA EXPOINGÁ, PRESIDENTE JAIR BOLSONARO FALA SOBRE ALTA DE PREÇOS E FERTILIZANTES

Foto: Reprodução/TV Brasil

O presidente Jair Bolsonaro veio a Maringá para visitar a tradicional Feira Agropecuária e Industrial da cidade, a Expoingá. Do aeroporto seguiu numa motociata pela BR-376 até o Parque de Exposições. As informações são de Luciana Peña, da CBN Maringá.

No Parque, o presidente seguiu por um corredor, cercado de apoiadores. Num palanque montado na arena de shows, o presidente discursou para milhares de pessoas. No discurso, o presidente Jair Bolsonaro disse que os efeitos da inflação no Brasil são menores que em outros países.

“O mundo passa por momentos difíceis, no Brasil não é diferente. Converso com gente de embaixadas e […] militares quase que diariamente, [sobre] como está a situação daquele país naquele dia. O Brasil é um país abençoado. O mundo todo vem sofrendo com o aumento de combustíveis e aumento de alimentos. Apesar da inflação estar alta no Brasil, bem como a questão dos combustíveis, na nossa terra, os efeitos são menores”, afirma o presidente.

E o presidente culpou os governadores pela crise financeira, porque eles determinaram o fechamento de empresas durante a pandemia.

“Isso que passamos no momento é fruto de uma política equivocada adotada pelos governadores durante a pandemia. Foi daquela […] fique em casa que a economia a gente vê depois. Nesse momento, está passando. Tenho certeza que muitos governadores, caso algo semelhante venha a acontecer no futuro, saberão melhor se comportar”, assegura Bolsonaro.

Para as lideranças do agronegócio presentes no evento, o presidente disse que na viagem que fez à Rússia um pouco antes da guerra, tratou sobre fertilizantes e que agora o Brasil recebeu 30 navios com os insumos.

“A nossa política externa é muito bem sucedida, e, há poucos dias, aportaram no Brasil quase 30 navios com fertilizantes vindos da Rússia”, declara o presidente.

Antes de ir embora, o presidente percorreu mais uma vez o parque, inaugurou o agromuseu e tirou mais fotos.

Ouça a reportagem completa no site da CBN Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *