MORRE A EX-MINISTRA NILCÉA FREIRE

MORRE A EX-MINISTRA NILCÉA FREIRE

A ex-secretária Especial de Políticas para as Mulheres Nilcéa Freire morreu neste sábado (28/12), aos 67 anos, no Rio de Janeiro. Médica, professora e pesquisadora, ela foi também reitora da UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro). Nilcéa lutava contra um câncer no sistema nervoso.

Na área de políticas públicas para mulheres, Nilcéa atuou em questões como a flexibilização das leis relativas ao aborto, a generalização do serviço disque-denúncia mulher e das delegacias e varas especiais das mulheres para a efetiva aplicação da Lei Maria da Penha.

Com a posse de Lula na presidência da República em janeiro de 2003, foi criada a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), com status de ministério, incorporando o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM), até então subordinado ao Ministério da Justiça.

Em 2004, Nilcéa assumiu a chefia dessa secretaria, e foi responsável pela realização da 1ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, que teve como um dos resultados o Plano Nacional de Políticas para as Mulheres. Ela permaneceu no cargo até o fim do governo Lula, em 2010.

Na Universidade – Em 1999, Nilcéa venceu as eleições da Uerj, tornando-se a primeira mulher a ocupar o cargo de reitora de uma universidade pública no estado.

Durante sua gestão, que foi até dezembro de 2003, Nilcéa implantou o projeto pioneiro de cotas para estudantes de escolas públicas e afrodescendentes na universidade. Em 2012, a política de cotas foi estendida para todas as universidades e institutos de educação federais do país.

Repercussão – Nas redes sociais, diversas personalidades do meio artístico e político lamentaram a partida de Nilcéa Freire. Entre os nomes que prestaram uma última homenagem a ex-ministra está a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) e a atriz Tássia Camargo.

Foto: reprodução

Com informações do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *