MORO DIZ QUE BRASIL PRECISA DOS MILITARES, MAS NÃO DE SEUS FUZIS

MORO DIZ QUE BRASIL PRECISA DOS MILITARES, MAS NÃO DE SEUS FUZIS

O ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro minimizou a possibilidade de uma intervenção militar em seu primeiro artigo na revista eletrônica Crusoé,  publicada nesta sexta-feira (19/06). “As Forças Armadas brasileiras construíram sua história e merecem reconhecimento. Não há lugar, porém, para uma inusitada ‘intervenção militar constitucional’ para resolução de conflito entre Poderes”, diz Moro no artigo intitulado “Honra e Fuzis”.

“Os militares precisam ser honrados. Deles depende a segurança externa e a unidade do país. A história mostra que fizeram jus à confiança neles depositada nas batalhas mais difíceis. Na presente crise política, sanitária e econômica, precisamos dos militares, mas não dos seus fuzis e sim dos exemplos costumeiros de honra e disciplina”, acrescenta Moro em outro trecho do texto.

Segundo ele, “não há espaço para uma ‘intervenção militar constitucional’ contra o Judiciário”, como pregam bolsonaristas. “Falando francamente, não vislumbro risco de movimento da espécie por parte das Forças Armadas, mas faria um bem a todos se não precisássemos tratar sobre esse tema tão recorrentemente”, afirmou.

No fim do artigo, o ex-ministro ainda explica sua nova empreitada como colunista da Crusoé. A revista é comandada pelo blog  O Antagonista, portal classificado como uma espécie de porta-voz da operação Lava Jato. Moro diz que optou pel o veículo “pela independência jornalística e por ter com o corpo editorial algumas causas comuns, como o repúdio à corrupção e ao arbítrio”.

Foto: Andre Coelho/Getty Images

Do contraponto.jor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *