MARLENE REVERS, PREFEITA DE QUEDAS DO IGUAÇU, TEM MANDATO CASSADO

MARLENE REVERS, PREFEITA DE QUEDAS DO IGUAÇU, TEM MANDATO CASSADO

A Câmara Municipal de Quedas do Iguaçu, na região sudoeste do Estado, cassou, na sessão de ontem (06), a prefeita Marlene Revers (Pros).

A cassação se deu em razão da compra, entre setembro de 2017 e julho de 2018, de 6,5 toneladas de bolo, o que equivale a 65 mil fatias de 100 gramas, por R$ 270 mil.

Além disso, a prefeita teria autorizado a compra de 36 mil salgadinhos para reuniões do Conselho Municipal de Assistência Social. Detalhe: o conselho tem apenas cinco integrantes. Ou seja, cada conselheiro teria de consumir 7.200 salgadinhos.

Com a saída de Marlene Revers (foto), o vice-prefeito Anelson Ubialli (PSB) assumirá a prefeitura e completará o mandato.

A defesa da prefeita diz considerar a sessão ilegal, pois viola o regimento jurídico de cassação de prefeito. Reclama que nem a defesa e nem a prefeita foram intimados dentro do prazo legal.

A defesa da prefeita explica também que as 6,5 toneladas de bolo foram consumidos em dois anos, em ações de programas sociais e eventos da Secretaria de Ação Social. Informou ainda as notas de R$ 270 mil incluem compras de utensílios de cozinha. Segundo a prefeita, os bolos e salgadinhos custaram apenas R$ 95 mil.

Foto: Facebook/Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *