MARINGÁ TEM ‘SEMANA D’ DE COMBATE À DENGUE; CASOS CONFIRMADOS PASSAM DE 400

Foto: Tomaz Silva/Ilustrativa/Agência Brasil

O número de casos confirmados de dengue vem aumentando em Maringá. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, são 427 confirmações da doença na cidade desde o início do período epidemiológico. As informações são de Letícia Tristão da CBN Maringá.

Segundo o gerente de zoonoses, Eduardo Alcântara Ribeiro, esta época do ano é o pico de casos

“Já temos casos graves de dengue. Então é importante, nesse momento, já que, historicamente, esse é o período onde a gente tem mais casos, a gente tomar medidas de intensificação nas ações da dengue, para evitar que a gente possa ter uma epidemia. Nós não estamos em epidemia, mas a gente precisa tomar ações nesse momento para evitar a progressão dos casos” diz Ribeiro.

Para combater a proliferação do mosquito, Maringá está lançando esta semana a Semana D de combate a dengue, com várias ações integradas entre as secretarias na fiscalização e limpeza dos focos de criação do mosquito, diz o prefeito Ulisses Maia.

“Não é uma ação da prefeitura, é uma ação da cidade. Aproveitar a semana da Páscoa, o feriado, para que as pessoas cuidem de seus quintais, olhem os seus quintais, porque a dengue está nesses lugares. Então, a prefeitura vai ter caminhões disponibilizados, nós dividimos a cidade por área, vão ter os bairros, vão ter os locais que vão ser trabalhados. Estamos trabalhando com as nossas crianças também, com nossos alunos a questão educativa, com vários panfletos sobre a dengue, enfim, para que todos tenham essa conscientização de que juntos nós podemos sim combater os números da dengue” diz o prefeito.

Na prática, as ações começam pela região noroeste da cidade, onde há maior registro de casos de dengue, como explica o secretário interino de Saúde, Clóvis Augusto Melo.

“Essa época do ano, que é quando acontece muito calor e muita chuva, é propícia para a procriação do mosquito. Então, nós intensificamos com um mutirão nesta semana, começamos hoje pelo noroeste da cidade […] que é onde nossos técnicos encontraram com as armadilhas o maior número de focos do mosquito. Nós vamos ficar lá os três dias. […] Teremos ações nos fundos de vale”, diz Melo.

De acordo com a secretária de Educação, Tânia Periotto, os alunos da rede municipal de ensino vão receber cartilhas didáticas para conscientização sobre os cuidados com a dengue.

“Nós temos em torno de 40 mil alunos, então todos receberão esse material ilustrativo. Além do material ser uma forma didática e atrativa, também tem a opção deles pintarem, porque é uma história em quadrinhos, além desse assunto ser debatido durante as aulas […] e aí a expectativa é que eles possam levar essa informação, compartilhar com a família e isso vai intensificando o cuidado que precisa ter com relação ao combate a dengue”, diz Tânia.

O mosquito Aedes aegypti é o transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus e se prolifera onde tem água parada, principalmente nos quintais das residências e entulhos. A dengue é uma doença que pode matar, e evitar focos do mosquito é a única forma de prevenir a doença.

Confira o roteiro das equipes:

Terça-feira (12/04/2022):

Bairros:
Cidade Universitária (Mandacaru)
Vila Vardelina (fundo de Vale)
Jardim São Jorge
Jardim Tropical
Jardim Petrópolis
Conjunto Residencial Planville
Jardim Brasilia
Parque das Laranjeiras
Jardim Los Angeles
Jardim Lucianópolis
Vila Santa Isabel

Quarta-feira (13/04/2022): 8h – ponto de encontro das equipes na rotatória entre a avenida Mandacaru e avenida das Palmeiras

Bairros:
Jardim Paris III
Parque das Laranjeiras
Jardim Paris IV
Jardim Paris V
Jardim Paris VI (antes do contorno norte)

Quinta-feira (14/04/2022): 8h – ponto de encontro das equipes na Capela Nossa Senhora Aparecida – Rua Pioneiro Braz José Jorge, 1265 – Parque Hortência II

A programação pode sofrer alterações devido ao mau tempo.

Além dos servidores, participam da ação: IES (Uningá, UEM, UniCesumar, etc), Tiro de Guerra, ACIM, SIVAMAR, Rotary, Rotaract, Interact, Lions, Maçonaria, Demolays, Líderes de bairros.
Total de envolvidos: cerca de 200 pessoas

Bairro: Residencial Andrea (72 quarteirões) e Ney Braga

Da CBN Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *