MAESTRO DEMITIDO POR REGINA DUARTE VOLTA A PRESIDIR A FUNARTE

O maestro Dante Henrique Mantovani foi reconduzido ao cargo de presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte). A nomeação foi publicada no “Diário Oficial da União” desta terça-feira (05/05), com a assinatura do ministro chefe da Casa Civil, Braga Netto. O maestro tinha ficado conhecido por por ter relacionado o rock, a droga, sexo, aborto e satanismo. Mantovani foi exonerado do cargo há dois meses, no mesmo dia em que a atriz Regina Duarte assumiu a Secretaria da Cultura do governo Bolsonaro. Naquela ocasião, quem assinou a exoneração também havia sido Braga Netto.

Além domaestro, outras 11 pessoas que assumiram cargos de chefia em órgãos da Secretaria de Cultura foram exonerados antes da cerimônia de posse de Regina Duarte. As exonerações envolviam órgãos como o Departamento do Sistema Nacional de Cultura, o Instituto Brasileiro de Museus e a Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura. A Funarte é o órgão federal responsável por desenvolver políticas públicas de fomento às artes visuais, à música, ao teatro, à dança e ao circo.

De acordo com a assessoria de Regina Duarte, a Funarte é responsabilidade do Ministério do Turismo. Nomeações e exoneração no órgão ficam a cargo da pasta. Por isso, segundo a assessoria, Regina não vai comentar a volta de Mantovani.

Após sua demissão, Mantovani fez postagens na internet afirmando que Regina Duarte estaria levando o “socialismo” de volta para o comando da cultura. Em uma publicação,ele  disse que “inimigos declarados” do governo estariam sendo colocados em postos da secretaria.

Foto: Reprodução

Do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *