LULA “CONSPIROU” PELO IMPEACHMENT DA DILMA, DIZ CIRO GOMES

Foto: Instituto Lula e José Cruz/Agência Brasil

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT), pré-candidato ao Planalto em 2022, afirmou em entrevista ao Estadão Notícias acreditar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) “conspirou” pelo impeachment de Dilma Rousseff (PT). A petista foi afastada da Presidência da República em 2016, por crime de responsabilidade, após processo aprovado pelo plenário do Senado. “Hoje eu estou seguro de que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma, por tudo que eu tinha visto lá dentro, nas tratativas para impedir o impeachment, e eu não compreendia”, disse. As informações são da Gazeta do Povo.

Ciro cita os contatos frequentes do ex-presidente petista com o senador Renan Calheiros (MDB-AL) e o ex-senador Eunício Oliveira (MDB-CE), que não se reelegeu em 2018, como prova do suposto conluio. Renan era o presidente do Senado na época do impeachment e Eunício o sucedeu no comando da Casa, já no governo Michel Temer, que assumiu a Presidência com o afastamento de Dilma. Na época, tanto Renan quanto Eunício, assim como todo o MDB, apoiaram e votaram a favor do impeachment.

“Eles [PT] dizem que houve um golpe. Quem fez o golpe foi o Senado Federal, confere? Quem presidia o Senado? Renan Calheiros. Quem liderou o MDB nessa investida? O Eunício Oliveira. Com quem que o Lula está hoje?”, disse Ciro, que foi ministro da Integração Nacional no governo Lula.

Durante o giro que fez pelo Nordeste em agosto último, Lula se encontrou com Eunício, que na semana passada promoveu um jantar em sua casa, em Brasília, para o petista e alguns caciques do MDB. Em pauta, alianças e palanques para as eleições de 2022. Lula deve ser novamente candidato pelo PT.

Da Gazeta do Povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *