LITORAL: “QUEM TEM FEBRE VOLTA OU VAI PRA UNIDADE DE SAÚDE”, ALERTA SECRETÁRIO

LITORAL: “QUEM TEM FEBRE VOLTA OU VAI PRA UNIDADE DE SAÚDE”, ALERTA SECRETÁRIO

Policiais militares, bombeiros, profissionais de saúde e das prefeituras do Litoral do Paraná estão abordando motoristas que trafegam na região das praias com o objetivo de evitar o avanço da pandemia do novo coronavírus. São as chamadas “barreiras sanitárias”, que estão funcionando desde o último dia 22. Secretário estadual da Segurança Pública, Rômulo Marinho, explica que “quem tiver febre volta ou vai para unidade de saúde”. Segundo o boletim mais recente da secretaria estadual da Saúde, o Paraná já soma 397.244 casos de infecção e 7.595 mortes em decorrência da doença, desde o início da pandemia. As informações são da Tribuna do Paraná.

“Estamos integrados (Polícia Militar, Bombeiros, Saúde, Defesa Civil, Secretaria de Esportes) para fazer uma amostragem numa maior quantidade possível de veículos. Equipe de saúde faz medição de temperatura dos integrantes e os policiais estão cobrando habilitação dos motoristas e documentação do veículo”, disse o coronel Rômulo Marinho, ao Meio Dia Paraná deste sábado (26).

Os passageiros que estivem com temperatura acima de 37 graus serão orientados a procurar a unidade de saúde mais próxima, ou a retornar para o seu local de origem, explicou o secretário. “Também reforçamos o policiamento para cobrar uso da máscara, evitar aglomeração e cumprir o decreto com toque de recolher (circulação restrita de pessoas nas ruas entre 23h e 5h) pelo menos até o dia 28”, ressaltou o secretário.

O Batalhão de Polícia Rodoviária está realizando barreiras sanitárias em seus postos do litoral: Coroados, Alexandra e Pontal do Paraná. As ações seguem até o dia 31 de dezembro de 2020, em horários definidos pelo setor de planejamento da PM.

Foto: Arquivo AEN

Da Tribuna do Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *