JUIZ SUSPENDE DIVULGAÇÃO DE NOVA PESQUISA IBOPE SOBRE ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE CURITIBA

JUIZ SUSPENDE DIVULGAÇÃO DE NOVA PESQUISA IBOPE SOBRE ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE CURITIBA

O juiz Marco Vinicius Schiebel, da 145ª Zona Eleitoral de Curitiba, suspendeu a divulgação da pesquisa do Ibope contratada pela RPC TV sobre a disputa pela prefeitura de Curitiba. O magistrado atendeu pedido da candidata do Podemos, Carol Arns.  As informações são do Bem Paraná.

Na representação, a candidata apontou problemas como a não indicação precisa de qual estratificação quanto ao nível econômico dos respondentes – PEA/NPEA ou faixas de renda; utilização de critério de estratificação equivocado quanto ao nível econômico dos respondentes; de critério de estratificação equivocado quanto ao nível econômico dos respondentes – faixas de rendas familiares. Também alegou ausência de ponderação quanto ao grau de instrução e nível econômico dos eleitores; de assinatura, através de certificado digital, do estatístico responsável pela pesquisa eleitoral.

Na decisão o juiz apontou que “a pesquisa hostilizada não atendeu satisfatoriamente as exigências despertadas no artigo 33, da Lei 9.504/97, e tampouco adotou as cautelas legais concernentes a fiscalização concreta e total da equipe de campo, o que é de rigor em casos deste jaez”.

“Assim sendo, existindo indícios que a mencionada pesquisa eleitoral não é confiável e pode influenciar os eleitores a votar em determinado candidato, a suspensão da divulgação da mesma se impõe como forma de moralizar a atuação do instituto de Pesquisa e sopitar qualquer tentativa de embaraçar a vontade da pessoa que irá cumprir com o seu dever cívico no dia da eleição municipal”, decidiu o magistrado.

A pesquisa foi registrada no último dia 16. A divulgação estava prevista para a próxima quinta-feira. As entrevistas seriam realizadas entre os dias 16 e 22 de outubro. O levantamento pretendia ouvir 805 eleitores, e foi registrado sob o número PR-01535/2020.

O mesmo juiz também suspendeu a divulgação do resultado da pesquisa (Registro 1286/220) da Real Time Big Data Gestão de Dados, que teria previsão de divulgação para hoje. O pedido de impugnação foi feito pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), que constatou a ausência das informações obrigatórias. Ao conceder a liminar, o juiz justificou sua decisão.

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Do Bem Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *