HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE PONTA GROSSA ESTÁ COM UTI LOTADA E SEM MEDICAMENTOS

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE PONTA GROSSA ESTÁ COM UTI LOTADA E SEM MEDICAMENTOS

O diretor-técnico do Hospital Universitário da Universidade Estadual de Ponta Grossa, médico Fernando Lima Torres, revelou neste sábado (25/07) a situação alarmante vivida pela instituição: estão esgotadas as 30 vagas de UTI disponíveis para pacientes infectados com o coronavírus, assim como todos os leitos de enfermaria. Além disso, faltam medicamentos, principalmente sedativos essenciais para procedimentos de intubação e durante a internação.

Em carta de esclarecimento que dirigiu aos gestores municipais e estaduais de Saúde e ao Ministério Público Estadual, o diretor alertou que o HU já não oferece condições mínimas para receber novos pacientes e pediu que o SAMU e a Central Estadual de Regulação os redirecionem para outros hospitais “até que consigamos recompor, se for possível, as condições de atendimento com segurança”.

O colapso afeta toda a região dos Campos Gerais: outros municípios que enviavam pacientes para o HU de Ponta Grossa terão de procurar outras opções, assim como já não há possibilidade logística de remanejar doentes que chegam à instituição para outras de cidades próximas, como Guarapuava.

já não é po Neste sábado (25), com a recente lotação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HU-UEPG), muitas dúvidas surgiram na população com relação ao que será feito a partir de agora com relação aos leitos de UTI e com um dos sedativos que já está em falta no Hospital.rmonid) já entrou em falta no Hospital Universitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *