HOMERO MARCHESE REVELA DETALHES SOBRE CORTES NA SAÚDE EM MARINGÁ

HOMERO MARCHESE REVELA DETALHES SOBRE CORTES NA SAÚDE EM MARINGÁ

A Secretaria de Saúde de Maringá passa por cortes e decidiu cancelar uma série de serviços até o fim do ano. A CBN Maringá realizou uma reportagem e disponibilizou no site da rádio a ata de uma reunião realizada em 03 de setembro com informações detalhadas a respeito.

Há alguns cortes bastante preocupantes, que já vem ocorrendo há algum tempo. No final de 2018, antes da aprovação do orçamento na Câmara, era possível prever dificuldades para a execução orçamentária. Da mesma forma, o orçamento para 2020, recentemente aprovado, dificilmente arrecadará o total previsto, segundo a reportagem.

O deputado estadual Homero Marchese, por meio de seu perfil no Instagram, trouxe mais informações a respeito. Segue abaixo o post do deputado, na íntegra:

“QUAL É REALMENTE A PRIORIDADE DESTA GESTÃO?

Por falta de recursos em caixa, a Prefeitura de Maringá tem contingenciado gastos e reduzido serviços na área da saúde neste segundo semestre.

No dia 22 de Julho, a Secretaria de Saúde decidiu interromper as atividades das clínicas de autismo, suspender as práticas integrativas e o atendimento nas especialidades de saúde bucal (implantes), reduzir em 25% o total de médicos plantonista nas UPA’s Norte e Sul e em 75% o total de procedimentos eletivos no Hospital Municipal, cancelar empenhos para aquisição de mobiliário e não cadastrar novos pacientes para fornecimento de enoxparina (assistência farmacêutica).

Mais recentemente, no dia 13 de setembro, o Secretário de Saúde solicitou o cancelamento de empenho na aquisição de materiais de consumo, alimentação de profissionais, aquisição de equipamentos e serviços, além de reduzir a cobertura orçamentária dos serviços ambulatoriais e hospitalares da média e alta complexidade por falta de recursos.

Os cortes já estão afetando a população. Mais de R$ 9 milhões já foram retirados do orçamento de 2019.

Então não fique doente nesse final de ano, já que a prefeitura está tirando o dinheiro da Saúde”.

Foto: Assembleia Legislativa do Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *