GUARDAS MUNICIPAIS E BOMBEIROS COMEÇAM A SER VACINADOS EM CURITIBA

Todas as 870 doses da vacina contra o coronavírus destinadas pelo Governo do Estado às forças de segurança de Curitiba serão aplicadas nesta terça-feira (06/04), no Pavilhão da Cura, no Parque Barigui. Os profissionais estão sendo priorizados de acordo com a indicação de cada corporação e receberão o agendamento da vacina pelo aplicativo Saúde Já Curitiba. Não haverá aplicação do imunizante por procura direta para este público. As informações são da Prefeitura de Curitiba.

Serão priorizados neste momento os bombeiros e guardas municipais que exercem atividade externa, em contato direto com a população. Além deles, também serão vacinados policiais que trabalham no Instituto Médico Legal e têm contato com o público externo.

A estimativa é que a força de segurança do município seja composta por sete mil pessoas – entre guardas municipais, exército, policiais militares, civis, rodoviários e federais.

“Como a limitação de doses que recebemos para esse público, a vacinação precisará ser escalonada”, diz a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak. “Esse quantitativo de 870 doses aplicaremos em poucas horas nesta terça-feira”, completa.

Guarda Municipal
A vacinação dos guardas municipais começará por aqueles que trabalham nas ruas, a partir de uma lista repassada à Secretaria da Saúde pela superintendência da corporação.

“O início da vacinação dos integrantes da Guarda Municipal é o reconhecimento da importância daqueles que desde o início da pandemia não se afastaram da atividade operacional, continuaram enfrentando o crime e abraçaram o combate à propagação da covid-19”, afirma o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Péricles de Matos.

O secretário destacou ainda a decisão do prefeito Rafael Greca de vacinar o efetivo, seguindo cronograma planejado pela Secretaria da Saúde.

“A preocupação do prefeito em iniciar a vacinação dos seus guardas municipais demonstra seu espírito altruísta e reconhecedor daqueles que trabalham por uma Curitiba mais segura e minimizam os impactos da pandemia”, acrescentou.

Foto: Daniel Castellano / SMCS

Da Prefeitura de Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *