GRECA DIZ QUE VAI RECORRER DE DECISÃO QUE SUSPENDE O TRANSPORTE COLETIVO: “SANDICE”

GRECA DIZ QUE VAI RECORRER DE DECISÃO QUE SUSPENDE O TRANSPORTE COLETIVO: “SANDICE”

O prefeito Rafael Greca afirmou, na tarde desta sexta-feira (19/03), que a Prefeitura de Curitiba irá recorrer da decisão do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) que suspende o transporte coletivo. De acordo com o prefeito, a cidade não pode parar na totalidade. As informações são de Felipe Ribeiro, da Banda B.

“Vamos recorrer ao Tribunal de Justiça para que essa sandice não se consume. Uma grande cidade precisa do ir e vir dos profissionais de saúde com liberdade, precisa do ir e vir dos intensivistas, precisa do ir e vir dos conservadores que limpam e que varrem. Não se desliga uma cidade, Milão não fez isso e Nova York também não. Precisamos dos operários da Copel, porque não pode faltar eletricidade no respirador”, disse.

A medida cautelar que suspendeu o transporte coletivo foi determinada pelo presidente do TCE-PR, conselheiro Fabio Camargo. Na decisão, o TCE-PR determina que seja assegurado o fornecimento de transporte público aos trabalhadores da área de saúde e demais atividades consideradas essenciais, inclusive de vacinação contra a Covid-19. Para isso, deverão ser adotadas medidas que efetivamente garantam o isolamento social no interior dos ônibus e terminais.

Na coletiva, Greca ainda informou que pediu ao governador Ratinho Junior medidas que garantam o distanciamento também no transporte coletivo da região metropolitana.

Bandeira Vermelha
De acordo com o decreto da Prefeitura de Curitiba, os ônibus só podem circular com, no máximo, 50% de ocupação – anteriormente o limite era de 70%. Nos terminais, os ônibus estão saindo com 30% de lotação, para chegar até 50% durante o itinerário.

Foto: SMCS

Da Banda B

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *