GOVERNO DO PARANÁ ESTUDA CALENDÁRIO COM NOVA META PARA VACINAÇÃO DOS ADULTOS

GOVERNO DO PARANÁ ESTUDA CALENDÁRIO COM NOVA META PARA VACINAÇÃO DOS ADULTOS

O governo do Paraná estuda antecipar o prazo de vacinação da população acima de 18 anos contra o coronavírus. Nos últimos meses, o governador Ratinho Junior ressaltou que a meta hoje é imunizar os adultos até o fim de dezembro. Contudo, a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) informou em nota que “está atualizando o Plano Estadual de Vacinação com revisões na estimativa populacional e definição de calendário“. As informações são de Vinicius Cordeiro, do Paraná Portal.

Isso acontece depois de São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina anunciarem novos cronogramas para a vacinação. Todos os estados fizeram os cálculos com base em projeções dos envios de vacinas do Ministério da Saúde e afirmam ser capazes de vacinar os adultos até setembro (no caso do RS) e outubro (SP e SC).

Contudo, o Paraná tem maior cautela devido as variáveis no cálculo, como a redução da oferta de doses prevista pelo governo federal. Nessa quarta-feira (09/06), por exemplo, o Ministério divulgou o terceiro corte consecutivo na previsão de doses para o mês de junho.

Além disso, também existe o alinhamento com o governo federal. Por enquanto, o ministro Marcelo Queiroga mantém a meta de imunização da população acima de 18 anos até o fim do ano.

A Prefeitura de Curitiba segue a toada e só anuncia o “calendário” da vacinação por faixa etária conforme a disponibilidade de doses. Neste momento, está prevista a vacinação de 56 anos até sexta-feira (11/06).

Governadores de SP, RS e SC anunciam vacinação até setembro e outubro
Na semana passada, o governador João Doria foi o primeiro a antecipar o prazo. Ele divulgou que todos acima de 18 anos seriam vacinados até o fim de outubro. Na quarta-feira (09/06), em nova atualização, o tucano adiantou o objetivo em mais 15 dias. Com isso, todos os moradores de SP devem receber a primeira dose até o dia 18 de outubro.

O governador Eduardo Leite foi ainda mais ousado e disse que a previsão para vacinar toda a população adulta no Rio Grande do Sul é no fim de setembro.

“Estamos sempre no topo do ranking e somos o Estado que tem maior percentual da população com as duas doses da vacina. Essa é uma corrida em que todos ganham, e no Rio Grande do Sul, vamos continuar trabalhando para proteger sempre a nossa população”, enfatiza Leite

O governo de Santa Catarina fez o mesmo. Carlos Moisés divulgou na terça que o estado vai vacinar toda a população catarinense com 18 anos ou mais até o dia 23 de outubro de 2021.

“Pudemos fazer essa previsão de calendário. Trata-se de algo factível e que lutaremos para que se concretize e, se possível, até mesmo adiantar datas. Nosso esforço de auxílio aos municípios será contínuo”, disse o governador sobre o novo calendário da vacinação em SC.

Vacinação contra a covid-19 no Paraná
O Vacinômetro da Sesa aponta que 2,9 milhões de paranaenses já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, o que quer dizer que mais de 25% da população do Estado já iniciaram a imunização. Como 3,5 milhões de vacinas para a primeira dose foram distribuídas, o governo do Paraná já aplicou 84,7% das doses.

Já a segunda dose, que completa o ciclo de imunidade, foi aplicada em 1,2 milhão de pessoas.

Como o Paraná registra alta taxa de ocupação dos leitos de Covid-19, o governo quer avançar o mais rápido possível na vacinação para evitar mais perdas. Preocupada com as empresas, a administração de Ratinho Junior vai fazer o primeiro pagamento do auxílio emergencial para microempreendedores individuais (MEIs) e microempresas paranaenses até o dia 30 deste mês. O programa destina R$ 80,28 milhões para apoiar 124.960 empresas ativas.

Foto: Geraldo Bubniak / AEN

Do Paraná Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *