GANHANDO O MUNDO LEVARÁ 100 ALUNOS DO PARANÁ PARA NOVA ZELÂNDIA

Foto: Albari Rosa/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior lançou, nesta segunda-feira (02/05), a segunda edição do programa Ganhando o Mundo, que vai selecionar 100 estudantes da rede estadual para um intercâmbio de seis meses na Nova Zelândia, na Oceania, durante o segundo semestre deste ano. As inscrições iniciam nesta segunda-feira, por meio da Área do Aluno do portal Dia a Dia Educação, e seguem até 11 de maio. O anúncio ocorreu durante a entrega de 144 ônibus para o transporte escolar em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

“Serão mais 100 alunos do Paraná estudando no Exterior, desta vez na Nova Zelândia. Assim como os estudantes que estão agora lá no Canadá, essas pessoas terão a oportunidade de conhecer um País de primeiro mundo, estudar e aprender uma segunda língua. Uma oportunidade enorme, ainda mais para aquelas famílias mais humildes do Estado”, disse o governador.

Ratinho Junior lembrou que a experiência tem impacto também em outros alunos da rede pública de ensino, criando uma corrente positiva dentro das escolas estaduais. “Essa pessoa que faz intercâmbio serve como referência para outros jovens, que vão buscar as melhores notas para ter uma oportunidade igual no futuro. E com isso o aprendizado avança em todo o Paraná”, comentou.

Atualmente, 100 estudantes da rede estadual estão fazendo intercâmbio no Canadá. Eles chegaram ao país da América do Norte em março e devem concluir o semestre de estudos nas escolas canadenses antes retornar ao Brasil, no fim de junho.

O programa, promovido pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, tem o propósito de oferecer aos estudantes a vivência em uma escola no Exterior. Hospedados com uma família local, eles vão praticar a língua inglesa, desenvolver a autonomia e ampliar os repertórios culturais e acadêmicos. Ao retornar ao Brasil, o aluno tem a missão de compartilhar com colegas e professores todo o aprendizado vivido.

“Estamos muito felizes de poder proporcionar essa experiência para mais 100 estudantes. Estamos acompanhando os que estão agora no Canadá e vemos como o intercâmbio está sendo transformador para cada um deles”, afirmou o secretário estadual da Educação e do Esporte, Renato Feder. “Quando você faz um intercâmbio, você volta com a cabeça mais aberta, muito mais empoderado, autoconfiante. Por isso, a continuidade do programa é uma grande conquista para a nossa rede de ensino”.

Feder destacou que a proposta deve ser estendida a partir de 2023. A intenção, disse ele, é que estudantes de outros países passem um período letivo nas escolas públicas do Paraná. “Esse programa é um sucesso e só vai aumentar. Queremos com o tempo dar chance a outros bons alunos de viajar para o exterior e também receber estudantes de outras nações para quem possam conhecer o nosso Estado”, afirmou o secretário.

PROCESSO SELETIVO – Para participar do processo seletivo, é preciso estar regularmente matriculado na 1ª série do Ensino Médio em um colégio público da rede estadual, ter cursado do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental em um colégio da rede pública estadual, ter no mínimo 14 e no máximo 17 anos e seis meses de idade na data de retorno ao Brasil (novembro de 2022), ter frequência igual ou superior a 85% em cada disciplina no ano letivo de 2021 e ter médias anuais do 9º ano, em 2021, iguais ou superiores a 7 em cada disciplina da BNCC (Base Nacional Comum Curricular).

A primeira etapa de seleção consiste na análise dos requisitos obrigatórios para a participação. Aqueles que não cumprirem os requisitos terão a candidatura desclassificada.

Na segunda etapa, será feita a avaliação das médias anuais de 2021 dos estudantes. Em cada um dos 399 municípios paranaenses, será selecionado o aluno com a maior nota no ano letivo de 2021 (soma das médias anuais de todas as disciplinas da BNCC). Dessa forma, 399 estudantes — um de cada município — passam para a terceira e última etapa do processo seletivo.

Na etapa final, serão selecionados os 100 primeiros colocados, ou seja, aqueles com as maiores notas dentre os 399 candidatos.

Tanto a classificação provisória (dos 399 candidatos) quanto a classificação final (dos 100 selecionados para o intercâmbio) serão publicadas no site da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte. As classificações provisória e final serão publicadas no site da Secretaria da Educação. A Seed não fará contato individual com os candidatos para avisar os resultados. Confira AQUI o edital com o regulamento completo.

GANHANDO O MUNDO – O programa de intercâmbio internacional Ganhando o Mundo foi criado pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte para oferecer a estudantes do Ensino Médio uma formação em instituições de ensino estrangeiras que tenham curso equivalente ao Ensino Médio no Brasil. Os jovens são selecionados com base em um ranking de melhores notas entre as escolas estaduais.

Para aperfeiçoar o idioma, os selecionados terão acesso a um curso de inglês via aplicativo, ofertado em parceria com as universidades estaduais vinculadas à Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Da AEN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *