GAECO CUMPRE MANDADOS EM CRUZEIRO DO SUL POR FRAUDES EM LICITAÇÕES

GAECO CUMPRE MANDADOS EM CRUZEIRO DO SUL POR FRAUDES EM LICITAÇÕES

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpriu na manhã desta terça-feira (21/01), seis mandados de busca e apreensão em Cruzeiro do Sul e em Paranavaí, no Noroeste paranaense, em operação contra um grupo suspeito de fraudar licitações.

Os mandados foram cumpridos na Prefeitura de Cruzeiro do Sul e em casas dos investigados – três empresários da mesma família e dois servidores públicos (o diretor de Administração – cargo equivalente ao de secretário – e o pregoeiro de Cruzeiro do Sul), todos já denunciados criminalmente. Também foi cumprido mandado de afastamento dos agentes públicos.

Conforme a denúncia apresentada pela Promotoria de Justiça de Paranacity (sede da comarca a que pertence Cruzeiro do Sul), os servidores e os empresários fraudaram procedimentos licitatórios em 2015 e 2016, utilizando empresas de fachada e documentos falsos. Os réus foram denunciados por associação criminosa (com pena prevista de um a três anos de reclusão) e fraude a licitação (pena de dois a quatro anos de detenção e multa).

O diretor de Administração foi afastado cautelarmente do cargo, sem vencimentos, enquanto o pregoeiro terá que ser afastado cautelarmente de qualquer função de administração ou de fiscalização interna, devendo prestar serviços em outro órgão ou departamento que não seja situado na Prefeitura. Ambos estão proibidos de manter contato com os outros réus e testemunhas e de acessar a prefeitura de Cruzeiro do Sul.

Da Assessoria do Ministério Público do Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *