FLERTANDO COM APOIO A LULA, PSOL ADIA DECISÃO SOBRE CANDIDATURA PRESIDENCIAL

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O PSOL adiou para o ano que vem a decisão sobre o lançamento de candidatura própria à Presidência da República. Em reunião neste sábado, o diretório do partido frustrou o grupo do deputado federal Glauber Braga (RJ), que pretende ser o candidato da sigla ao Planalto, e decidiu não bater o martelo sobre o tema. As informações são de Gabriel de Arruda Castro da Gazeta do Povo.

“Hoje, o Diretório do PSOL adiou decisão sobre ter ou não candidatura própria. A definição só deve ocorrer ano que vem. Sigo em firme diálogo com a militância. Sou pré-candidato com a prioridade de enfrentar o bolsonarismo e à disposição do fortalecimento da estratégia socialista”, anunciou Braga em suas redes sociais.

Fundado em 2004, o PSOL teve candidatos em todas as eleições presidenciais desde então: Heloísa Helena (2006), Plínio de Arruda Sampaio (20104), Luciana Genro (2014) e Guilherme Boulos (2018) concorreram pela sigla. Para 2022, entretanto, o partido cogita formar uma “frente ampla” em torno de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Dentre os defensores da ideia, está Guilherme Boulos.

Da Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *