FIM DA VACINAÇÃO CONTRA AFTOSA MUDA REGRAS PARA CIRCULAÇÃO DE BOVINOS

FIM DA VACINAÇÃO CONTRA AFTOSA MUDA REGRAS PARA CIRCULAÇÃO DE BOVINOS

Novas regras para circulação de animais vacinados contra a febre aftosa passam a vigorar no Paraná a partir desta segunda-feira (06/01). As mudanças obedecem à Instrução Normativa 37, da Secretaria de Defesa Agropecuária, órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A determinação é mais uma etapa para que o Paraná obtenha declaração internacional de área livre de febre aftosa sem vacinação.

A partir da próxima semana, estão proibidos o ingresso e a incorporação de animais vacinados contra aftosa em todo Paraná. Apenas poderão entrar no estado bois e búfalos vacinados que estão destinados ao abate. Os animais, no entanto, precisam ser transportados em veículo lacrado e ter como destino o abatedouro, que deve contar com inspeção oficial.

Em caso de carne para exportação, os bois e búfalos devem ser direcionados para o estabelecimento de pré-embarque que é autorizado pelo Serviço Veterinário Oficial. Já os animais que vão apenas passar pelo Paraná, ou seja, com destino a outros estados, devem ser transportados por rotas previamente estabelecidas também pelo Serviço Veterinário Oficial.

Pelas regras, estão autorizadas a entrar no Paraná cargas compostas por carne fresca, miúdos in natura, vísceras e produtos cárneos de suínos e ruminantes, com exceção daqueles obtidos da região da cabeça, incluindo faringe, língua e linfonodos. Também há permissão de entrada para leite cru destinado ao beneficiamento de indústria integrante do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi), couro salgado, couro piquelado ou curtido, cascos, chifres, pelos e também material genético.

Foto: José Adair Gomercindo/SECS

Da Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *