FAZENDA CONSIDERA PEDIDO DE EXONERAÇÃO COLETIVA “NATURAL”

FAZENDA CONSIDERA PEDIDO DE EXONERAÇÃO COLETIVA “NATURAL”

A Secretaria de Fazenda do Estado emitiu nota afirmando que considera “natural” o pedido de exoneração coletiva de 46 auditores da Receita Estadual que ocupavam cargos em comissão.

Veja a nota:

O pedido de exoneração de servidores em funções de confiança na Secretaria de Estado da Fazenda e Receita Estadual é natural em razão das mudanças promovidas na diretoria-geral da pasta e na coordenadoria do fisco. A medida assegura autonomia aos novos gestores para a indicação de profissionais que ficarão responsáveis pelas diversas atribuições administrativas dos órgãos.

A nota foi uma resposta da Secretaria de Fazenda às declarações dos auditores, que justificaram o pedido de exoneração coletiva com críticas ao secretário Renê Garcia Junior (foto). Segundo os servidores, “conhecido por destratar pessoas e fazer críticas infundadas, o secretário não conseguiu o apoio dos técnicos para as políticas que pretendia implementar na SEFA”.

Os auditores também não entendem a substituição dos técnicos paranaenses, que vêm obtendo bons resultados na Receita, por outros do Rio de Janeiro, que está quebrado. O modelo de gestão fiscal levou o Rio de Janeiro a ser o Estado em pior situação financeira do país.

Foto: Rodrigo Félix Leal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *