ESTADO REPASSA RECURSOS PARA HOSPITAL DO CÂNCER E REFORÇA AÇÕES DE EMPREGO EM LONDRINA

Foto: SEJUF

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho liberou R$ 860 mil ao Hospital do Câncer de Londrina nesta terça-feira (15/03). Os recursos são do Banco de Projetos do Fundo da Infância e da Adolescência (FIA) e foram deliberados pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA). Ele permitirá ampliar a estrutura da pediatria para atender mais paranaenses da região Norte. As informações são da AEN.

De acordo com o projeto, o Complexo de Pediatria Oncológica do Hospital de Londrina terá uma área total de 1.532,92 metros quadrados e todos os serviços necessários para o atendimento completo à criança e ao adolescente, como consultórios médicos pediátricos, unidades de internação com leitos e apartamentos de isolamento, UTI infantil com leitos e isolamentos, serviço de quimioterapia, brinquedoteca, sala de conforto, sala de estudos, refeitório e sala de serviços multidisciplinares.

Em outra frente na cidade, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho também oficializou a implantação do Master Job Paraná na Agência do Trabalhador de Londrina. O serviço oferece vagas para trabalhadores com curso superior, tecnólogo, técnico ou estagiários de curso superior.

Outra ação no município foi a apresentação do programa Cartão Futuro para as empresas locais. O programa auxilia as empresas a pagar os salários de jovens aprendizes, de 14 a 21 anos, com uma ajuda de R$ 300 para cada contratado e de R$ 450 se for pessoa com deficiência ou egresso do sistema socioeducacional.

“Esses investimentos e programas trarão desenvolvimento social para a região Norte do Estado. Londrina é a segunda cidade mais populosa do Paraná e sempre está conectada aos nossos principais programas”, disse o secretário Ney Leprevost.

EMPREGO – Segundo o secretário municipal do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, em Londrina, 11 empresas já se cadastraram no Cartão Futuro, das quais 6 já estão aptas a usufruírem deste modelo de contratação de jovens.

“Centenas de jovens serão beneficiados por este programa na cidade, podendo atuar em vários segmentos existentes. Apenas uma das empresas habilitadas possui 9 lojas na cidade e terá 50 pessoas contratadas, e temos empresas que vão desde supermercados até a área de logística. Isto significa a atração de novos trabalhadores e aprendizes, mais empresas ampliando seus quadros, além do fortalecimento da nossa economia, com geração de mais empregos e renda. Esses jovens poderão ter seu salário para se manterem e ajudarem suas famílias”, disse.

Ele também afirmou que o Master Job permitirá que os profissionais possam ser inseridos ou recolocados no mercado. “Há muitos profissionais recém-formados e outros, de tantos segmentos, que estão com dificuldades de encontrar vagas. Uma integração maior com as empresas locais é necessária e projetos estaduais com essa força podem ajudar a cidade. O mercado de TI é um exemplo de setor com muitas vagas disponíveis hoje. Teremos servidores da SMTER treinados na Capital para poder aplicar o programa aqui, agregando este trabalho a outros programas como o Empregatech, por exemplo”, adiantou.

PRESENÇAS – Participaram das ações a diretora de relações institucionais do Hospital do Câncer de Londrina, Mara Rossival Fernandes; o presidente do conselho deliberativo da unidade, José Pelayo Sanches; o secretário-geral do hospital, Nivaldo Benvenho; o secretário de Governo de Londrina, Alex Canziani; o presidente da Codel, Bruno Ubiratan; a chefe do escritório regional da Sejuf, Deise Tokano; e representantes da Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL) e empresários da região.

Da AEN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *