EMBAIXADOR DA ÍNDIA VISITA LONDRINA E DESTACA POTENCIAL DA CIDADE

Foto: Vivian Honorato/NCom

O embaixador da Índia no Brasil, Suresh Reddy, esteve em Londrina e foi recebido, na tarde desta quarta-feira (25), na Câmara Municipal. A comitiva que acompanhava o embaixador, composta por seis executivos, foi recepcionada pelo presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan e o presidente da Câmara, Jairo Tamura. As informações são do Blog Londrina / Prefeitura de Londrina.

Na ocasião, Reddy comprometeu-se a divulgar Londrina como excelente opção para receber investimentos. “Fiquei encantado com a qualidade de vida e a hospitalidade. Ficou claro para mim porque a cidade já conta com quase uma centena de indianos como residentes”, afirmou.

Dentre os executivos presentes junto com o embaixador, estavam o presidente da TCS Consultancy Service no Brasil, Tushar Parick, e diretores da Latam AirLines. Após a reunião na Câmara, o embaixador da Índia fez um giro pela cidade, onde irá pernoitar. Nesta quinta-feira (26), de volta a Brasília, Reddy terá uma agenda virtual com CEOs das maiores empresas indianas, quando repassará a boa imagem de Londrina.

A Índia é o quarto maior parceiro comercial do Brasil na Ásia e o décimo em todo o mundo. Trata-se de um mercado importante e que ainda tem muito a ser explorado, com gigantesco potencial de ampliação. E, entre as principais exportações do país, estão os serviços de tecnologia da informação.

Em 2017, Londrina foi a cidade escolhida para comportar uma unidade da TCS, que hoje concentra 10% dos funcionários da empresa em toda América Latina. A TCS é a maior provedora de serviços e produtos de tecnologia de informação do mundo e também a maior empresa da Índia. Seu planejamento é expandir para 5 mil a oferta de postos de trabalho em Londrina.

O presidente da Codel, Bruno Ubiratan, lembrou que a TCS já conta com 1.400 funcionários na cidade, com uma média salarial superior à de outras empresas do setor.

Há, porém, preocupação com a oferta de mão-de-obra qualificada. Só na TCS, são 700 vagas disponíveis aguardando preenchimento. “Uma das alternativas encontradas pela Codel foi a criação do EmpregaTech, que investirá na formação de jovens”, ressaltou Ubiratan.

O programa Empregatech irá capacitar jovens de 17 a 25 anos nas disciplinas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e em inglês avançado. Recentemente, foi publicado edital de chamamento para a contratação de Organização da Sociedade Civil (OSC) que deverá oferecer, no mínimo, 125 vagas na capacitação, sendo que cada etapa do convênio deve durar seis meses.

O encontro também contou com a presença dos vereadores prof.ª Sonia Gimenez, Deivid Wisley, Lenir de Assis, Chavão, Giovani Mattos e Beto Cambará.

Do Blog Londrina / Prefeitura de Londrina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *