EM CASCAVEL, BOLSONARO É COBRADO SOBRE PEDÁGIO E PROMETE CONVERSAR COM MINISTRO

EM CASCAVEL, BOLSONARO É COBRADO SOBRE PEDÁGIO E PROMETE CONVERSAR COM MINISTRO

Em Cascavel, onde participou da inauguração de um centro esportivo, o presidente Jair Bolsonaro foi cobrado por apoiadores e por representantes de entidades locais sobre o modelo híbrido de concessões rodoviárias proposto pelo Ministério da Infraestrutura para as rodovias do Paraná. Bolsonaro afirmou que conversará pessoalmente com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, para ajustar a questão. As informações são de Roger Pereira, da Gazeta do Povo.

O setor produtivo do Oeste do Estado é um dos grupos mais resistentes ao novo modelo. Na última quinta-feira (04/02), o presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento, Rainer Zielasko, entregou a Bolsonaro uma carta assinada por mais de 100 entidades da região que pedem por modelo de pedágio com menor tarifa, sem outorga onerosa, e que são contra o modelo híbrido de concessão.

Zielasko ainda conseguiu expor a Bolsonaro as principais críticas das entidades ao modelo e disse que o presidente afirmou não saber da seriedade do assunto. “O presidente da República afirmou que vai tratar das reivindicações da região Oeste do Paraná, retratadas no documento, pessoalmente. Bolsonaro foi bastante atencioso e receptivo ao que expomos. Não podemos mais pagar um dos pedágios mais caros do mundo. As economias do Oeste e do Paraná não resistirão”, afirmou Rainer Zielasko.

À RPC, o presidente disse que a questão do pedágio no Paraná seria tratada com o ministro Tarcísio Freitas. Já o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), afirmou que conversou com o presidente sobre a questão e fez um pedido específico, para a retirada do projeto da nova praça de pedágio prevista para a ligação entre Cascavel e Toledo. Sobre o assunto, o governo do Paraná divulgou uma nota: “Em conversa na manhã desta quarta-feira (04/02), em Cascavel, o governador Ratinho Junior pediu ao presidente Jair Bolsonaro que ouça as lideranças do setor produtivo paranaense, em especial da região oeste do Estado, sobre o novo modelo de concessão de pedágio. As principais demandas são alterações nas praças propostas e a garantia da menor tarifa possível de pedágio”.

Foto: Alan Santos / PR

Da Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *