DEPUTADO COBRA REPÓRTER SOLICITA O CANCELAMENTO DO CARNAVAL 2022 NO PARANÁ

Foto: Sandro Nascimento/Alep

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo, apresentou um requerimento, nesta segunda-feira (22/11), na Assembleia Legislativa, solicitando providências para promover o cancelamento do Carnaval 2022 no Paraná. O requerimento foi endereçado ao governador Carlos Massa Ratinho Junior e ao secretário estadual de Saúde, Beto Preto. As informações são da Assembleia Legislativa do Paraná.

“É evidente os tristes efeitos do Carnaval 2020 para nosso país e para o nosso Estado, evento que maximizou o número de mortes por causa da proliferação do novo coronavírus. Entendo que estamos vivendo um momento muito importante para a manutenção da queda da taxa de mortalidade e de contaminação no Paraná, que não pode ser interrompida”, justificou o deputado em seu requerimento. 

O deputado Cobra Repórter ressalta ainda que conscientização e responsabilidade são palavras de ordem para o momento devido ao aumento do número de casos em países da Europa, da Ásia, da África com fechamento de fronteiras e lockdown, medidas restritivas que devemos, por precaução, lutar para que não sejam novamente tomadas em solo paranaense. 

“Pedimos o cancelamento do Carnaval do ano que vem e uma ampla campanha de conscientização que atinja toda a população paranaense. Peço para todos um pouco mais de paciência, para que continuemos com o distanciamento social, intensificando o uso de máscaras e demais medidas sanitárias até que nossa população esteja totalmente imunizada com 3 doses. A proliferação do vírus precisa estar totalmente controlada em solo paranaense, sendo afastada a possibilidade de novas cepas. Isso tudo para o bem das crianças nas escolas, de nossos idosos, para o bem da retomada econômica financeira, enfim para a garantia do futuro de nossas famílias. Conscientização e responsabilidade são os objetivos do meu requerimento”, destacou o deputado Cobra Repórter.

Da Assembleia Legislativa do Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *