CURITIBA VOLTA À BANDEIRA AMARELA NESTE DOMINGO

CURITIBA VOLTA À BANDEIRA AMARELA NESTE DOMINGO

A secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, anunciou nesta sexta-feira  (25/09) que foi decretado o retorno à bandeira amarela a partir deste domingo (27/09). Isso significa que as medidas em relação à pandemia da covid-19 passarão a ser menos restritivas. A bandeira amarela indica nível 1 na avaliação dos riscos.

Curitiba  havia voltado para bandeira laranja, de alerta de risco médio, desde o início de setembro, chegando a ser prorrogada. O número de casos confirmados da doença, segundo dados da prefeitura, chegou a 42.805. O total de mortes na capital é de 1.246.

 Histórico – Em 15 de agosto último, o prefeito Rafael Greca (DEM) disse que iria “devolver a cidade à normalidade, ainda com cautelas sanitárias, mas já com a possibilidade do funcionamento pleno do comércio”. O decreto que estabelecia a bandeira laranja, com proibição de funcionamento a bares, parques e clubes esportivos, entrou em vigor em junho e venceu em 17 de agosto.

As determinações da bandeira laranja precisaram ser prorrogadas pela administração municipal por duas vezes. A primeira aconteceu no dia 13 de agosto, quando a prefeitura ampliou os horários de funcionamento de shoppings e comércios de rua.A segunda prorrogação ocorreu a 10 de agosto, mas, dessa vez, a administração não fez alterações no documento, mantendo o funcionamento de atividades mais restrito durante os fins de semana.

Em 18 de agosto, um decreto determinou a bandeira amarela em Curitiba e liberou bares, parques e feiras livres. Todavia, no dia 7 de setembro, o município voltou para a bandeira laranja,  fechando bares e restringindo o funcionamento do comércio e supermercados. Na sexta-feira (18/09), a municipalidade anunciou que a bandeira iria ser prorrogada. E na última segunda-feira (21/09), a prefeitura publicou decreto que não alterou nenhuma das determinações do último documento legal.

Foto: Ari Dias / AEN

 (Com informações do G1 Paraná).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *