COM MEDO DE MOVIMENTO NO FERIADO, PREFEITO DE GUARATUBA INTERDITA PRAIAS

COM MEDO DE MOVIMENTO NO FERIADO, PREFEITO DE GUARATUBA INTERDITA PRAIAS

Com medo de um possível movimento no feriado da Páscoa no litoral do Paraná, o prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, anunciou neste sábado (04/04) que vai interditar as praias do município e que quem furar o bloqueio pagará multa de R$ 1 mil. As informações são de Josianne Ritz, do Bem Paraná.

“Neste fim de semana, notamos um grande fluxo de gente vindo para nossa cidade e muitas pessoas circulando nas praias e nos serviços essenciais. Não passamos pela pior etapa dessa pandemia, chegou o momento de apertarmos a nossa fiscalização. Para a nossa surpresa, tem pessoas preocupadas com o feriado da Páscoa e querendo vir ao Litoral”, diz o prefeito, em vídeo. Ele afirma que depois que Matinhos fechou a orla da cidade, na última quinta (02/04), o movimento também aumentou em Guaratuba. O Litoral tem seis casos de Coronavírus, segundo boletim da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado neste sábado (04/04). São quatro em Paranaguá e dois em Matinhos.

Segundo o prefeito, a procuradoria do município já está trabalhando no decreto de interdição das praias e multas. “Além disso vamos aumentar o  rigor da fiscalização de atividades não essenciais. Também verificamos que há idosos indo mais de uma vez ao dia aos aos supermercados e vamos resolver isso também”, afirma ele. “Nós não estamos aqui brincando de fechar de estabelecimentos. Estamos fazendo de tudo para que a saúde dos nossos cidadão.

A Prefeitura de Matinhos, no Litoral do Estado, fechou a orla na quinta (2) para evitar a propagação da Covid-19 pelo município. Na ocasião, o prefeito Ruy Hauer Reichert, a administração municipal disse ter percebido muitos “casos de abuso”, tornando a ação necessária. “[A orla] vai ficar fechada até o momento em que a comissão acredite que seja o momento adequado”, explicou ele.  No último dia 19 de março, a Prefeitura de Matinhos restringiu a entrada de pessoas na cidade. No decreto, o prefeito justificou o grande número de pessoas que passou a descer a Serra após a confirmação da pandemia.

As praias de Pontal do Paraná, no litoral do Estado, foram as primeiras a serem  interditadas no Litoral do Paraná pela  no dia 20 de março. A medida foi anunciada pelo prefeito Fabiano Maciel e pelo comandante da Guarda Municipal Valdinei Fonseca em uma publicação no Facebook. 

De acordo com o administrador, a interdição dos balneários de Pontal do Paraná é por tempo indeterminado e faz parte do conjunto de medidas tomadas para impedir a transmissão comunitária do novo coronavírus. 

Toque de recolher – Com a confirmação do caso de Matinhos, as prefeituras de Paranaguá e Antonina decretaram toque de recolher nos municípios por causa da pandemia do novo coronavírus. Em Paranaguá, o recolhimento acontece entre 20h e 6h, conforme documento assinado pelo prefeito Marcelo Elias Roque (Podemos) nesta segunda-feira (30). mJá em Antonina, o decreto do prefeito José Paulo Vieira Azim estabelece o recolhimento das 21 às 6h.

Foto: Arnaldo Alves / AEN

Do Bem Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *